João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo assina convênios com oito entidades em Campina

quarta-feira, 4 de maio de 2011 - 09:27 - Fotos:  José Marques/Secom-PB

Em solenidade na Escola Técnica Redentorista (Eter), em Campina Grande, o governador Ricardo Coutinho assinou no final da tarde desta terça-feira (3) convênios para a liberação de R$ 2,4 milhões para oito entidades sociais sediadas no município. Além da Eter, os recursos vão beneficiar a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Fundação Assistencial da Paraíba (Fap), Centro de Recuperação Homens de Cristo, Casa da Acolhida São Paulo da Cruz, Casa da Criança Dr. João Moura, Casa do Menino e Casa da Caridade Padre Ibiapina.

O governador ainda anunciou a renovação dos convênios – quando terminarem – com o Instituto dos Cegos do Nordeste, Instituto São Vicente de Paulo e Instituto Papel Marchê.

A liberação da verba foi aprovada pelo Conselho Gestor do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza no Estado da Paraíba (Funcep) na última quinta-feira (28). Os recursos provenientes do Funcep que serão destinados à Eter prestarão assistência educacional a 277 jovens carentes de vários municípios do interior da Paraíba, matriculados em cursos técnicos oferecidos pela instituição de ensino, nas áreas de Enfermagem, Segurança do Trabalho, Informática, Equipamentos Biomédicos, Eletrônica e Telecomunicações e Logística.

“É exatamente o ensino profissionalizante que vai agregar um valor extraordinário à formação normal que cada um de nós que, por ventura, possa ter a partir do ensino médio. Eu acredito nisso e tanto é que o Governo do Estado vai implantar vinte novas escolas técnicas estaduais. O Estado vai assumir essa responsabilidade também perante o ensino profissionalizante”, afirmou Ricardo Coutinho, que ressaltou os investimentos em nove laboratórios na Escola Padre Jerônimo, em Santa Luzia, para formação de técnicos em mineração.

Em virtude de um déficit orçamentário de R$ 53 milhões, como ocorreu em março, o Governo do Estado tem que fazer escolhas, lembrou Ricardo. Diante disso, a gestão deu preferência à ajuda de R$ 2,4 milhões às entidades sociais, ficando para o próximo ano o apoio às festas nos municípios.

O governador também destacou o apoio do senador eleito Cássio Cunha Lima, que estava em Brasília, na aprovação dos convênios. “Cássio tem sido uma pessoa muito atenta e tem contribuído muito com essa passagem que naturalmente o governo que se pretenda ser sério precisa fazer”, comentou.

Já o vice-governador Rômulo Gouveia disse que, como filho de Campina Grande, reconhece a sensibilidade do governador de atender esses convênios. “Cada entidade dessas tem uma representação muito forte para nossa cidade”, enfatizou Rômulo, lembrando que durante sua atuação como vereador e deputado lutou e destinou verbas, através de emendas, à Escola Técnica Redentorista, Apae, Hospital da Fap e demais entidades.

O secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira, afirmou que a aprovação dos convênios foi resultado da compreensão do Conselho Gestor do Funcep, do qual é presidente, e da sensibilidade do governador Ricardo Coutinho, “para a importância que o apoio a essas organizações sociais representa”.

Apoio fundamental – O padre Tiago Melo, diretor da Escola Redentorista, falou em nome das entidades beneficiadas. “É muito importante para cada um de nós todas essas celebrações de convênios porque muitas das nossas instituições dependem prioritariamente dessas contribuições”, avaliou.

Para a diretora da Apae, Margarida da Mota Rocha, o apoio do Governo é fundamental, não somente pelos recursos, mas sobretudo pelo aspecto político. “Quando o governo olha para a entidade isso fortalece a nossa instituição”, testemunha Margarida.