João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo apresenta à imprensa 2ª etapa do Centro de Convenções

quarta-feira, 30 de outubro de 2013 - 15:43 - Fotos:  Roberto Guedes / Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho apresentou à imprensa paraibana, na manhã desta quarta-feira (30), o Centro de Congressos, o restaurante panorâmico e o mirante, equipamentos do Centro de Convenções de João Pessoa ‘Poeta Ronaldo Cunha Lima’, localizado no Polo Turístico Cabo Branco (às margens da rodovia PB-008). A inauguração dessa segunda etapa da obra será logo mais, às 18h. Antes, às 16h, o governador tem reunião no local com prefeitos e deputados.

O Centro de Congressos tem 13.642 m² de área construída e comporta 7.500 pessoas. O ambiente pode ser dividido em 23 salas. A área do foyer tem capacidade para 3.068 pessoas. O ballroom pode ser dividido em oito salas e comporta 2.200 pessoas. As duas salas multiuso comportam mil usuários, cada. O mirante tem 64 metros de altura e os dois elevadores transportam oito pessoas cada um. O restaurante tem capacidade para cerca de 500 pessoas. Esses são os ambientes que serão entregue à população nesta quarta-feira.

Ricardo Coutinho destacou que a obra já consumiu R$ 185 milhões e desse montante 60% de recursos próprios do Governo do Estado. Até o final da obra, que inclui o teatro, ainda em construção, os investimentos no Centro de Convenções somarão R$ 240 milhões. “Está é uma obra que está abrindo portas para que a Paraíba entre definitivamente no competitivo mundo do turismo, e entre não apenas na perspectiva de João Pessoa, mas também na lógica de interiorização do turismo, e isso em conjunto com o trade turístico”, ressaltou.

O governador explicou que o que está ocorrendo é uma perspectiva de construção de uma política de Estado para o turismo e o Centro de Convenções é um equipamento essencial para o setor. Ricardo destacou que o Governo do Estado também resolveu a questão do Polo Turístico do Cabo Branco. Onze empresas receberam do governo o certificado de regularidade jurídica e, no prazo de três anos, no mínimo 50% das obras dos hotéis deverão ter sido executados pela iniciativa privada.

Ricardo Coutinho ressaltou ainda que o Centro de Convenções terá um grande papel na economia paraibana, na geração de emprego e renda, ativando a indústria do turismo. “Nós criamos o principal equipamento que vai dar uma capacidade enorme de desenvolvimento da rede hoteleira e demais redes como bares, restaurantes, artesanato, taxistas, dentre outras atividades”, avaliou.

Para o vice-governador Rômulo Gouveia, o Centro de Convenções é um equipamento que vai impulsionar o turismo da Paraíba, inclusive fazendo com que os congressistas visitem cidades turísticas como Campina Grande e outros centros.

O presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), Rubens Germano, acredita que agora os paraibanos já podem se orgulhar porque têm um equipamento que vai estimular o turismo, aquecendo a economia do Estado.

A secretária de Estado da Comunicação Institucional, Estela Bezerra, disse que já existem eventos agendados para o Centro de Convenções até o ano de 2015. “Essa área, junto com os hotéis, vai trazer o desenvolvimento da Paraíba e atrair os turistas. Esse turista que vem com sua família termina conhecendo outros equipamentos, a exemplo do Vale dos Dinossauros, em Sousa”. Estela destacou que toda cadeia produtiva se fortalece quando o turismo cresce.

O secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Renato Feliciano, avalia que o Centro de Convenções, quando totalmente concluído, causará um grande impacto no setor econômico do Estado. “O turismo da Paraíba vai crescer muito, não há dúvidas”.

É um novo tempo para o turismo e para a cultura paraibana. Essa obra é gigantesca e a Paraíba ganha novos e maravilhosos espaços culturais”, disse o secretário de Cultura, Chico César.

Entregue em agosto de 2012, o salão de exposições e eventos já abrigou diversas feiras. O mirante, que é uma estrutura em concreto no formato de pirâmide invertida, tem altura equivalente a um edifício de 17 andares (57m). No primeiro piso funcionará o restaurante. Do topo do mirante as pessoas têm ampla visão de praias e de algumas áreas da cidade.

A área total do Centro de Convenções é de 34,52 hectares, sendo 48.676 metros quadrados de área construída. Os três estacionamentos – já em funcionamento – comportam mais de mil automóveis. O teatro, com 3.042 lugares, será a terceira e última etapa da obra.

Turismo de eventos – Somente com a inauguração da primeira etapa do Centro de Convenções, a Paraíba teve ampliada em 20% a capacidade do turismo de eventos e o Estado passou a ser incluído na rota das grandes atividades nacionais e internacionais.

Um exemplo disso é a RoboCup, considerado o maior evento mundial de robótica e inteligência artificial, que deverá reunir 4 mil participantes de várias partes do mundo na Paraíba, no período de 19 a 25 de julho de 2014, uma semana após a Copa Mundial de Futebol. Esta é a primeira vez que o Brasil sedia o evento, que já passou por 14 países.