João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo anuncia urbanização do conjunto Mutirão

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 - 17:36 - Fotos:  José Marques / Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho anunciou nesta sexta-feira (25) que nas próximas semanas o Governo do Estado vai abrir licitação para urbanizar o conjunto Mutirão, em Campina Grande, onde moram 7 mil pessoas. O anúncio foi feito durante a solenidade de inauguração da Unidade de Polícia Solidária (UPS) do bairro, que é a primeira de Campina Grande, de um total de dez na Paraíba.

O investimento será de R$ 15 milhões para calçamento, saneamento e drenagem de todas as ruas do bairro.  Os moradores também vão ganhar uma praça com academia de ginástica, que será construída pela Prefeitura de Campina Grande.

Na avaliação de Ricardo, os investimentos na urbanização do Mutirão vão dar direito aos moradores viverem com mais dignidade. “Após o início das obras, vamos conversar com a empresa responsável para aproveitar a mão de obra local, dando oportunidade de emprego e renda  aos jovens da comunidade”, completou.

O vice-governador Rômulo Gouveia destacou que as últimas ações desenvolvidas no bairro do Mutirão foram realizadas no governo de Ronaldo e Cássio Cunha Lima, e há anos o local estava esquecido. “O governo do Estado está de parabéns por lembrar de uma população tão esquecida”, completou.

UPS – A Unidade de Polícia Solidária do Mutirão contará com um efetivo de 17 policiais, uma viatura e três moto patrulhas.  O Comandante da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, disse que a polícia também vai desenvolver projetos sociais de prevenção ao uso de drogas, escolinhas de futebol e banda de música, dentro do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROED).

O aposentado Rivaldo Ferreira, 77 anos, que mora há 20 anos no bairro, disse que o local é muito violento, mas a população vai se sentir mais segura com a presença da polícia. “Essa unidade da polícia representa uma defesa para nós cidadãos, e temos que agradecer e colaborar”, contou Rivaldo.

Ricardo Coutinho afirmou que essa experiência vem dando certo em João Pessoa, onde a redução média dos homicídios em 2012 foi de 13,5% em relação ao ano anterior.  “Essas comunidades possuem altos índices de criminalidade, mas são ocupadas por pessoas de bem na sua grande maioria. Estamos treinando a polícia para que compreenda este novo modelo, não de opressão, mas de proteção e de companheirismo com a população”, disse. O governador acrescentou que a meta é abrir neste primeiro semestre as UPS nos bairros do Pedregal e José Pinheiro, também em Campina Grande, que possuem altos índices de criminalidade.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, agradeceu os investimentos do Governo do Estado no Mutirão e garantiu que a Prefeitura vai fazer sua parte. “Depois de um tempo de desesperança, essa UPS é a sinalização de esperanças de um tempo melhor no Mutirão”, afirmou.

Redução da criminalidade – O secretário de Segurança, Cláudio Lima, disse que a instalação de oito UPS em João Pessoa resultou na  queda de 164 homicídios, em 2011, para 142, em 2012, destacando-se as UPS Alto do Mateus – com diminuição de 58%  (de 19 para 8) – e São José, com 57% (de 37 para 16). Também se destacam as Unidades de Jaguaribe, com 50% de queda (4 para 2), e Róger, com 30% (13 para 9).