João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo anuncia articulação junto ao Governo Federal

terça-feira, 19 de julho de 2011 - 08:45 - Fotos:  José Marques/Secom-PB

Ricardo durante o Programa Fala Governador. Foto: José Marques/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho anunciou nesta segunda (18), após reunião com os prefeitos dos municípios mais atingidos pelas chuvas, que vai articular junto ao Ministério da Integração Nacional a liberação de mais recursos para viabilizar os reparos necessários na infraestrutura do Estado, tais como barragens, estradas e casas. Ricardo Coutinho também decretou estado de emergência e a realização de uma campanha para arrecadar roupas, alimentos, cobertores, remédios e itens de limpeza que serão doados para as famílias desabrigadas.

Os prefeitos estão comprometidos em solucionar esses problemas. “Isso é o que buscamos nesta parceria. É preciso acabar as disputas e unir esforços pelos paraibanos que mais necessitam”, declarou Ricardo durante o programa Fala Governador, que foi gerado diretamente do Palácio da Redenção. Na oportunidade, Ricardo Coutinho ainda fez um apelo para que as prefeituras enviem, com agilidade, os dados da situação de cada município, para que o Estado possa traçar ações mais amplas. Para a população, o governador pediu cautela porque a previsão é de mais chuvas nos próximos dias.

Na transmissão, o governador fez um balanço das medidas que foram tomadas nas últimas 48 horas com o intuito de minimizar os efeitos das chuvas. Ele destacou o empenho do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), que trabalhou para tirar do isolamento a cidade de São José dos Ramos, onde duas pontes que davam acesso à cidade ruíram com as chuvas.

Abastecimento – Pelo menos 30 áreas da Grande João Pessoa estavam ameaçadas pela falta de água em virtude de alagamentos nas estações elevatórias de Marés e Gramame.  Com a participação do presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, o governador anunciou que parte da área central da Capital e o município de Bayuex, que corriam o risco de ficar sem água, já vão contar com o sistema normalizado a partir desta terça (19). “A Cagepa agiu rápido e vamos continuar trabalhando para solucionar os principais pontos de falta de água”, disse.

Ele ainda destacou a parceria com a Prefeitura de João Pessoa, que cedeu oito carros-pipa que vão fornecer água para a região metropolitana.  “Como decretamos estado de emergência, poderemos viabilizar contratos com outros carros-pipa para manter o abastecimento de água potável nos serviços essenciais à população, como hospitais, escolas e presídios”, completou.

Participação de prefeitos – O programa Fala Governador desta segunda contou com a participação de prefeitos de algumas das cidades mais atingidas pelas chuvas. João Bosco Carneiro Júnior, prefeito de Alagoa Grande, destacou o gesto solidário de Ricardo Coutinho em chamar os demais chefes do Executivo para dialogar e unir esforços para atender melhor a população. “O Governo do Estado deixou claro hoje que a sua principal intenção é ajudar e promover a solidariedade de forma indistinta”, reforçou.

Alagoa Grande está entre as cidades que mais sofreram com os estragos das chuvas registradas no último fim de semana. O que mais preocupa, segundo o prefeito, é o abastecimento de água, em virtude de uma barragem que estourou. A Cagepa informou que a suspensão aconteceu desde o sábado (17), mas as equipes estão trabalhando para restabelecer o fornecimento. Cerca de 100 famílias estão desabrigadas e a Ponte 31 está interditada para o tráfego de veículos pesados.

Marcelo Monteiro, prefeito em exercício de Lucena, pediu a intervenção do Governo do Estado para recuperação de casas que foram destruídas ou que estão interditadas. Ele reiterou a importância da campanha já anunciada pelo governador e a iniciativa de reunir os prefeitos e juntos buscarem soluções.

O prefeito de Alhandra, Renato Mendes, fez um relato da situação no Litoral Sul, destacando que a preocupação é com os acessos. “Em algumas áreas, estamos isolados. Um exemplo claro é a rodovia que liga Alhandra a Pitimbu, como também o acesso à Capital está comprometido em alguns trechos. Isso afeta, inclusive, o deslocamento de trabalhadores”, comentou. Renato Mendes declarou total apoio à iniciativa do Governo do Estado e parabenizou o trabalho rápido da Cagepa e do DER em buscar soluções para Alhandra.

Artur Galdino, que administra o município de Pocinhos, decretou estado de emergência na cidade, onde 50 pessoas estão desabrigadas. De acordo com o prefeito, alunos estão sem aulas, devido às condições de acesso. “Nos reunimos e tivemos oportunidade de expor a situação de cada município e, assim, viabilizarmos as melhorias necessárias. Foi um gesto inédito”, enfatizou.