João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo acompanha prestação de contas de Cida Ramos e lança Plano de Economia Solidária

quarta-feira, 1 de junho de 2016 - 10:20 - Fotos:  Francisco França

O governador Ricardo Coutinho participou, na noite dessa terça-feira (31), da solenidade que marcou a saída da secretária de Desenvolvimento Humano, Cida Ramos, do exercício da função para se dedicar a campanha como candidata à Prefeitura de João Pessoa. Na ocasião, Cida prestou contas dos cinco anos à frente do cargo. Além disso, no evento, que ocorreu no Hotel Tambaú, em João Pessoa, foi lançado o Plano Estadual de Economia Solidária, que visa o fortalecimento e o desenvolvimento da política de economia solidária no Estado. Também houve o lançamento da Topografia Social do Estado, que é uma ferramenta para o planejamento das políticas públicas nas diversas áreas da Paraíba.

Durante a solenidade, Ricardo parabenizou o trabalho de Cida Ramos no comando da Secretaria de Desenvolvimento Humano ao longo de cinco anos. “Cida conseguiu implantar uma grande política pública na área de assistência social. Antes o Estado funcionava como área em que os auxílios substituíam as políticas públicas. Nós avançamos na questão da criança e do adolescente, ainda dos idosos, com o Cidade Madura, o Projeto Acolher. Avançamos também com o cartão alimentação, que já é uma realidade para muitas famílias. Temos o abono natalino, sendo o único Estado que paga este benefício no final do ano às famílias cadastradas, enfim, o trabalho da secretaria e de sua equipe trouxe grandes avanços para a Paraíba”, observou.

Ricardo ainda afirmou que sente gratidão e muito orgulho de tudo que foi feito por Cida Ramos em benefício do Estado. “Duas coisas são muito importantes na vida de todos nós, a gratidão e o orgulho. Posso dizer que sou muito grato ao trabalho de Cida na Paraíba e sei que onde ela for será uma mulher vitoriosa. Me orgulho porque vencemos juntos, nesta gestão, muitos desafios e preconceitos, mas em nenhum momento faltaram coragem, vontade e paixão pelo trabalho. Cida foi extremamente competente e hoje é convidada para um novo desafio. Certamente, ela saberá exercer a nova tarefa com eficiência”, disse.

Cida se despediu do cargo fazendo a prestação de contas de suas ações no comando da secretaria e destacou que sai da função de cabeça erguida e feliz. “Hoje meu coração se enche de alegria por ter a certeza de que meu trabalho foi bem executado. A minha passagem por esta secretaria foi um dos mais belos encontros que a vida me proporcionou. Instituímos uma política de assistência social, de segurança alimentar, evoluímos na economia solidária. Crescemos muito no cuidado ao idoso, como o Cidade Madura, por exemplo, que faz com que os idosos tenham dignidade. Pagamos o abono natalino, implementamos o cartão alimentação, que dá autonomia e acesso à compra de alimentos para quem mais necessita e fizemos muitas outras ações. Isso tudo só foi possível porque tive ao meu lado uma equipe competente que trabalhou com dedicação e amor. Agradeço a cada coordenador e servidor por toda atenção e empenho. Agradeço também a todos os órgãos e entidades que colaboraram com o nosso trabalho, tenho certeza que criamos laços que vão além de uma mera prestação de serviços. Ajudamos a Paraíba a ser um Estado melhor”, frisou.

Cida também aproveitou a ocasião para fazer um agradecimento ao governador Ricardo Coutinho por ter acreditado no êxito do seu trabalho. “Agradeço a Ricardo por todo apoio. Ele me chamou para esta gestão porque queria implantar políticas públicas de assistência social que melhorassem a vida do povo. Ricardo sabe apostar nas pessoas e com ele aprendi a valorizar e cuidar da melhor forma do serviço público. Na vida abrimos e fechamos ciclos, hoje fecho um ciclo para encarar uma nova missão”, falou.

A secretária ressaltou que durante a sua gestão foram investidos mais R$ 30 milhões para o desenvolvimento de Direitos Humanos de crianças e adolescentes, pessoas idosas, pessoas com deficiência e mulheres. Deste valor, cerca de R$ 21 milhões são de recursos estaduais. Em relação ao trabalho, emprego e renda foram investidos mais de R$ 29 milhões, dos quais R$ 4 milhões do tesouro estadual. Quanto a Segurança Alimentar o investimento foi de mais de R$ 294 milhões, sendo R$ 95 milhões de recursos próprios que financiaram ações de acesso a água, manutenção dos Restaurantes Populares, Programas PAA Leite, cartão alimentação, entre outros.

Topografia Social – Cida lembrou que a Topografia Social é um documento que visa identificar as necessidades dos 223 municípios do Estado, criando políticas públicas voltadas para as especificidades de cada região, na perspectiva de possibilitar um amplo alcance do sistema único de assistência social. Disse ainda que o Plano Estadual de Economia Solidária é uma conquista de toda uma equipe que trabalha visando o crescimento e valorização da política de economia solidária.

A secretária executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária, Ana Paula Almeida, explicou que o Plano Estadual de Economia Solidária possui quatro eixos. “Este Plano é focado em quatro eixos: a Produção, comercialização e consumo; Financiamento (acesso ao crédito); Acesso a conhecimentos: Formação e assessoramento técnico e, por último, Ambiente institucional e integração de políticas públicas. Teremos três anos e meio para executar as ações do plano, que serve como uma bússola para fortalecer e encaminhar o nosso trabalho rumo ao desenvolvimento da economia solidária”, afirmou.

Reconhecimento – No evento, Cida Ramos foi homenageada através de apresentações culturais e recebeu presentes de pessoas beneficiadas com os projetos da secretaria de Desenvolvimento Humano. “Moro no Colinas do Sul e venho agradecer a Cida pelo abono natalino, que faz muita diferença para minha família no final do ano. Agradeço por este e todos os benefícios que recebemos através do trabalho da secretária”, falou a dona de casa Maria Martins.

A professora Yolanda Fernandes foi agradecer pelo empenho de Cida em dar mais qualidade de vida aos idosos. “O trabalho desenvolvido por esta mulher vem beneficiando muitos idosos. Deu valorização e olhou para as necessidades dos que já chegaram na melhor idade. O Cidade Madura é a maior prova disso, condomínios lindos e de acordo com o que necessitamos”, observou.

“Hoje temos 39 comunidades quilombolas e foi através do trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Humano que conseguimos ser reconhecidos. Cida implantou políticas públicas que ajudaram nosso povo e sempre esteve acessível às nossas demandas”, disse a representante dos quilombolas, Francimar Fernandes.