João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo abre Salão de Artesanato e anuncia selo dos produtos

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012 - 08:45 - Fotos:  José Marques/ Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho anunciou o lançamento do Selo do Artesanato Paraibano em 2013, que vai certificar a qualidade e a origem dos produtos ‘made in Paraíba’. A novidade foi apresentada durante a abertura do 17º Salão de Artesanato da Paraíba, na noite dessa quarta-feira (19), no Jangada Clube, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa.

Após a abertura oficial do evento, os visitantes puderam conhecer, por meio do artesanato produzido em 128 municípios do Estado, a história, tradição e cultura. Nesta edição, que traz como tema o “Imaginário Infantil”, o destaque são os brinquedos artesanais que encantam crianças e adultos.

Além das peças, o salão também abre espaço para outras tipologias como a renda renascença e labirinto, a cerâmica, esculturas em madeira, barro e ferro que marcam a diversidade do artesanato paraibano.

O governador Ricardo Coutinho destacou que este é o maior salão realizado no Estado, com 700 expositores que representam 4.250 associações formadas por artesãos paraibanos. “Este é um evento que está cada vez mais consolidado no calendário turístico do Estado e esperamos crescer em relação a última edição em João Pessoa, onde foi movimentada a quantia expressiva de mais de R$ 1,2 milhão”, enfatizou o governador.

Ricardo acrescentou que a meta do Governo junto com o Sebrae Paraíba é levar o Programa do Artesanato a todos os 223 municípios junto com ações de qualificação da mão de obra. Ele ressaltou que o selo que será criado representa o reconhecimento e abertura de portas em outros Estados e virá acompanhado de qualificação e ampliação dos recursos por meio do Empreender Paraíba.

A coordenadora geral do Programa do Artesanato Paraibano, Pâmela Bório, disse que a ideia de trazer os brinquedos populares como tema principal do salão tem a ver com a necessidade do resgate das origens e tradições do povo. “Assim como o artesanato, a infância também remete às nossas origens e, como desde 2003, o salão nunca priorizou os brinquedos populares nada mais justo que homenagear esses homens e mulheres que criam esse universo que fez e faz parte da vida de tantas pessoas”, destacou.

Pâmela ressaltou a importância da criação do Selo do Artesanato Paraibano que vai garantir a autenticidade e a qualidade das peças e tipologias da Paraíba. Ela informou que apenas o Estado da Bahia dispõe desse selo e que o artesanato paraibano com toda sua força e diversidade também precisa ganhar esse certificado de qualidade como forma de difundir e agregar valor aos produtos.

Para o superintendente do Sebrae na Paraíba, Júlio Rafael, as edições do Salão do Artesanato de João Pessoa, em dezembro, e Campina Grande, em junho, já fazem parte do calendário de eventos do Estado. “Essa parceria retomada com o Governo do Estado tem contribuído para o crescimento do evento nos últimos anos e a qualificação do nosso artesanato”.

Mestres dos brinquedos – Os artesãos de brinquedos populares comemoraram a edição dedicada ao imaginário infantil e esperam um recorde de vendas neste final de ano. O artesão Enoque da Silva, 66, de João Pessoa, participa pela 15ª vez do salão e destacou o foco nos brinquedos populares.

No estande, ele mostra com orgulho as peças que aprendeu a criar ao longo dos últimos 50 anos como aviões em madeira, casinhas de boneca e até um peão chamado de Saturno, fruto de sua própria criação.

Enoque contou que já solicitou três financiamentos do Empreender para a compra de material para aumentar a produção. “É um apoio importante por oferecer crédito a juros baixos e a capacitação para melhorar a qualidade e a distribuição dos produtos. Agradeço o reconhecimento do Governo do Estado pelo nosso trabalho e o apoio que tem dado com o Empreender”.

João Fernandes da Silva, 50 anos, natural de Bayeux, também expõe seus brinquedos. São petecas, rodas gigantes e carrinhos de madeira que faz há 34 anos e que ajudaram a criar seus cinco filhos. Ele destacou a organização do evento e diz que espera vender muitas peças, neste final de ano.  

A solenidade de abertura do Salão de Artesanato também contou com as presenças do vice-governador Rômulo Gouveia; do secretário de Estado de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Renato Feliciano; da gestora do programa do Artesanato da Paraíba, Ladjane Barbosa; do secretário executivo de Indústria e Comércio, Marcos Procópio; da presidente da PBTur, Ruth Avelino e da coordenadora do Programa de Artesanato da Bahia, Emília Almeida.

Serviço- O salão fica aberto ao público até o dia 20 de janeiro de segunda a sexta-feira, das 15h às 22h e nos sábados e domingos das 15h até às 23h. Nos dias 24, 25, 31 de dezembro e 1º de janeiro o Salão estará excepcionalmente fechado. A entrada é franca.