Fale Conosco

13 de novembro de 2012

Reunião na PBTur discute plano de ações para o Verão em Cabedelo e Conde



A Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) promoveu nesta terça-feira (13), a segunda reunião para discutir o ‘Viver Verão para Todos 2012/2013’ e garantir uma agradável acolhida aos turistas nesse período. Representantes de órgãos públicos, do trade e das prefeituras de Cabedelo e Conde discutiram soluções para o trânsito, coleta de lixo, iluminação e regulamentação das embarcações no horário do pôr do sol na praia do Jacaré.

O encontro ocorreu no auditório da autarquia, em Tambaú, onde foi apresentado um Plano de Ação para o verão. O objetivo é levar os órgãos competentes a corrigirem problemas constatados nos locais que servem de atrativos turísticos nessas regiões. Em visitas técnicas feitas pela equipe da PBTur constatou-se a necessidade de se tratar sobre o ordenamento territorial das praias, bem como a urgência de se rever a questão da iluminação, estacionamentos, manutenção de equipamentos, banheiro e segurança.

O superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER), Carlos Pereira, participou do encontro. Pereira  relatou sobre as ações que estão sendo realizadas pelo órgão  em Cabedelo, na questão da iluminação, e recuperação de estradas de  acesso ao Litoral Norte e ao Litoral Sul. Sobre a praia de Coqueirinho, no Conde, ele contou que está sendo feita uma licitação para a construção do acesso ao local. Foi mantida uma conversa com a prefeita eleita do município para discutir sobre a necessidade de ordenamento do estacionamento no local.

“Até o carnaval, o DER vai resolver o problema de acesso à Jacumã para solucionar a questão do engarrafamento que acontece sempre nesse período”, informou.

 

Cabedelo – O músico Jurandy do Sax solicitou providências no sentido de que seja resolvido o problema do acesso à praia de Jacaré, especialmente no horário do pôr do sol, quando o fluxo de carros é bem maior no local. “São muitas barraquinhas e pontos de venda que as pessoas colocam no meio do caminho, o que dificulta ainda mais o deslocamento dos veículos, causando engarrafamento”, disse.

 

Ele queixou-se também da invasão de embarcações no momento do pôr do sol, o que está inviabilizando o espetáculo para os turistas. Jurandy defendeu um ordenamento na área, com a regulamentação das embarcações.