João Pessoa
Feed de Notícias

Representantes nacionais do Crédito Fundiário vêm à Paraíba nesta segunda

sábado, 9 de abril de 2011 - 16:48 - Fotos: 

Dois representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário chegam a João Pessoa nesta segunda-feira (11) para cumprir agenda de três dias no Estado. Eles representam o Programa Nacional de Crédito Fundiário e vão fiscalizar o andamento do programa na Paraíba. Na quarta-feira (13), uma solenidade marcará a entrega de créditos fundiários para algumas famílias e apresentará à sociedade um sistema de acompanhamento online dos pedidos de financiamento.

Estarão em João Pessoa, o coordenador geral e operacional do crédito fundiário, André Marinho, e uma das consultoras do programa em Brasília, Emmanuelle Caiafa. Eles vão trocar informações e discutir perspectivas com a equipe do Instituto de Terras e Planejamento Agrícola do Estado (Interpa), que coordena o crédito fundiário no Estado. Os bancos parceiros do programa também serão contatados, como o Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Caixa Econômica Federal.

Na quarta-feira, no auditório do Interpa, em João Pessoa, os representantes do Governo Federal vão participar da liberação da primeira parcela de financiamento do SIC (Subprojeto de Investimentos Comunitários) para 17 famílias paraibanas de Barra de Santa Rosa. As famílias já receberam a parcela referente à compra da terra, o SAT (Subprojetos de Aquisição de Terra), e ao todo serão beneficiadas com R$ 588 mil reais.

Durante o evento será assinado um termo de cooperação técnica entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), a Emater e o Interpa para o fortalecimento do crédito fundiário na Paraíba. A solenidade será marcada, ainda, pela apresentação do novo portal do Interpa, com um sistema que permitirá aos trabalhadores rurais o acompanhamento dos pedidos de financiamento, de forma clara e objetiva. “Os solicitantes vão saber em que etapa está o processo, se ele está pendente de alguma documentação, se está perto de ser repassado o dinheiro, além de outras informações. Isso dará mais agilidade às liberações de crédito”, revelou o presidente do Interpa, Nivaldo Magalhães.

Segundo ele, inicialmente o evento seria realizado no dia 10, em Barra de Santa Rosa, mas com a vinda dos representantes do crédito fundiário a João Pessoa, a mudança de agenda foi adequada. “Este será um momento importante para a Paraíba. A partir de agora, caso não tenham nenhuma pendência, os pedidos de crédito fundiário serão atendidos em, no máximo, 120 dias. Antes, o processo demorava até anos”, disse Nivaldo. Nos primeiros 100 dias de 2011, serão contratados e/ou liberados cerca de seis milhões de reais em créditos fundiários, um milhão a mais do que todo o ano passado.