Fale Conosco

25 de setembro de 2013

Representantes de nove cidades integram o Comitê das bacias hidrográficas do Litoral Sul



Líderes comunitários, usuários de água, representantes de prefeituras e de órgãos públicos de nove cidades paraibanas compõem o Comitê da Bacia Hidrográfica do Litoral Sul. O órgão, que também é conhecido como “Parlamento das águas”, é responsável pelo gerenciamento da distribuição dos recursos hídricos na região e está com as inscrições abertas para a inclusão de novos membros.

As plenárias da eleição vão acontecer nos dias 29 e 30 de outubro, mas para participar do pleito os interessados precisam fazer a inscrição até esta sexta-feira (27). Os registros são feitos na Agência Executiva das Águas do Estado (Aesa), localizada na Avenida José Américo de Almeida, nº 280, no bairro da Torre, na Capital. Podem se inscrever moradores dos municípios de Alhandra, Caaporã, Conde, Cruz do Espírito Santo, João Pessoa, Pedras de Fogo, Pitimbu, Santa Rita e São Miguel de Taipu.

O “Parlamento das águas” é formado por representantes da sociedade civil (30%), usuários de água (40%) e membros das três esferas do poder público (30%). São considerados usuários de água pessoas físicas ou jurídicas que utilizem mais de 2 mil litros por hora. Além de gerenciar a distribuição dos recursos hídricos, o Comitê fiscaliza casos de contaminação, denuncia situações de escassez hídrica, erosão generalizada e esgotamento da capacidade produtiva do solo.

O Comitê das Bacias Hidrográficas do Litoral Sul atua nas bacias dos Rios Gramame e Abiaí. O primeiro tem o maior curso d’água com uma extensão de 54,3 km, e seus principais afluentes são os rios Mumbaba, Mamuaba e Água Boa. O segundo se estende por 28,2 km e apresenta como seus principais afluentes os rios Taperubus e Cupissura e o riacho Pitanga.

Outras informações sobre comitês de bacias estão disponíveis na internet, no site da Aesa (www.aesa.pb.gov.br), e através do telefone (83) 8831-4930.