Fale Conosco

8 de novembro de 2012

Representantes de 14 municípios avaliam ações de combate a dengue e traçam metas para 2013



Representantes de catorze municípios prioritários no combate a dengue estão participando de um encontro de avaliação das ações desenvolvidas ao longo deste ano, além de traçar metas para 2013. Nesta quinta-feira (8), o evento foi realizado no auditório da Empresa Paraíbana de turismo (PBTur), em Tambaú. Na sexta-feira (9), as discussões ocorrem no auditório da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

O encontro tem a participação do assessor técnico do Ministério da Saúde (MS), Rodrigo Fabiano do Carmo Said, que falou nas peculiaridades da dengue. “É uma doença que envolve baixa tecnologia, no que diz respeito a equipamentos, e alta tecnologia do ponto de vista do cuidado. Por isso a importância do profissional de saúde, ao perceber os sintomas, fazer logo o encaminhamento para os serviços adequados”, sugeriu. Ele também falou sobre os principais sintomas da doença:  febre, acompanhada de, pelo menos, dois dos seguintes sintomas: dores de cabeça, musculares, nas articulações e ao redor do globo ocular ou manchas avermelhadas na pele.

De acordo com os dados apresentados pela gerente executiva da Vigilância em Saúde, Talita Tavares, até a semana epidemiológica nº 44, foram registrados 11.157 notificações de dengue, onde 5.978 já foram confirmadas para clássica; 154 são casos graves e houve 9 óbitos (01 em Bayeux; 01em Itabaiana; 06 em João Pessoa e 01 em Patos).

A coordenadora de Vigilância em Saúde, de Bayeux, Maria Isabel Sarmento, disse que a iniciativa de promover esta avaliação acontece num momento oportuno. “Já estamos no final do ano e a gente observa um comportamento diferenciado do vírus, ou seja, estamos com um número maior de óbitos, em relação ao mesmo período de anos anteriores, o que faz com que fiquemos alerta no momento de traçar as ações para o ano de 2013”, declarou.

A participação da comunidade na luta pelo combate a dengue e uma ampla campanha de divulgação sobre o tema, também foram assuntos falados durante o evento. “A Secretaria de Estado da Saúde já tem programada, para o próximo ano, uma grande divulgação na mídia, sobre a doença”, informou a gerente executiva Talita Tavares.

De acordo com a Portaria Nº 2.557 do Ministério da Saúde, os 35 municípios prioritários são: Bayeux; Bernardino Batista; Bom Sucesso; Brejo dos Santos; Cabedelo; Cajazeiras; Campina Grande; Carrapateira; Catolé do Rocha; Caturité; Conde; Cuité; Emas; Guarabira; João Pessoa; Livramento; Lucena; Matureia; Montadas; Monteiro; Ouro Velho; Parari; Patos; Piancó; Prata; Quixaba; Riacho dos Cavalos; Santa Cruz; Santa Rita; São José da Lagoa Tapada; São José do Sabugi; Sertãozinho; Sousa; Teixeira e Zabelê. Dos 35, compareceram somente 14.