João Pessoa
Feed de Notícias

Representante do IPEA no NE elogia iniciativas do Governo Estadual

sexta-feira, 15 de abril de 2011 - 13:34 - Fotos:  João Francisco/Secom-PB

 

Artesanato: um dos potenciais econômicos da Paraíba e que possui linha de financiamento no Empreender-PB.

O economista piauiense Constantino Cronemberger Mendes, representante do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), enumerou os potenciais da Paraíba e elogiou as iniciativas do Governo Estadual, à exemplo do Empreender Paraíba. Segundo Cronemberger, o governador Ricardo Coutinho tem acertado em sua política de descentralização, favorecendo o desenvolvimento de cidades no interior do Estado, o que leva à diminuição da concentração econômica na capital.

O economista informou também que o Ipea avalia o Programa Empreender Paraíba – lançado pelo Estado para priorizar a concessão de crédito aos microempreendedores populares, melhorando a distribuição de renda – como um projeto inovador não apenas no âmbito regional, mas em nível nacional.

“Existe um movimento de incentivo ao pequeno empreendedor e ao pequeno empresário. O Ipea vem  contando com o apoio do Sebrae e do Banco do Nordeste para, assim como vem fazendo o Governo da Paraíba, auxiliar o pequeno empreendedor na geração de emprego e renda, desafogando, inclusive, os programas de auxílio, como o Bolsa Família. Verificamos muitas desistências do Bolsa família, justamente em virtude desses incentivos de micro-crédito”, ressalta o economista.

Durante entrevista concedida à Rádio Tabajara, na manhã desta sexta-feira (15), Cronemberger apontou a necessidade de equilíbrio nos investimentos relativos à Agricultura. Ele ressaltou que na Paraíba cerca de 25 % do emprego formal pertence a este setor, contudo, o Produto Interno Bruto ligado à esfera agrícola caiu de 10% para 5%, provocando desequilíbrio econômico.

“Apesar de ter ¼ do percentual de empregos formais do Estado pertencentes ao ramo agrícola, vemos o PIB estadual caindo de 10% para 5%. Isso mostra o descompasso. É preciso equilibrar esses números para não forçarmos a migração do campo para cidade, pressionando a capital. A iniciativa do Governo de descentralizar os serviços deve auxiliar João Pessoa”, frisa o representante do Ipea.

Econimista Constantino Cronemberger, representante do IPEA na Paraíba. Foto: Cláudio César/Secom-PB

Caminhos para Paraíba – Para Cronemberger, a área de serviços turísticos é algo que a Paraíba precisa dar destaque, pois é uma indústria, assim como a construção civil, além de ter a capacidade de absorver muita mão de obra. “Esta pode ser uma alternativa à geração de emprego. É uma área promissora, até dentro da característica ambiental. Essa opção é promissora e de futuro. A Paraíba pode perfeitamente ser ambiente de recepção de investimentos internacionais”, aponta.

Constantino Cronemberger Mendes – É piauiense e representa o Ipea no Nordeste, conduzindo o Projeto Desenvolvimento Nacional e Dinâmicas Regionais. Phd em Economia, ele atuou como professor nas disciplinas Economia Brasileira e Formação Econômica do Brasil, na Universidade de Brasília; Universidade Federal de São João Del Rey; Universidade Católica de Brasília e no mestrado Ipea/Fiocruz. Coordenou as Agendas Estratégicas em Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento da Região Nordeste.