João Pessoa
Feed de Notícias

Rendeiras paraibanas participam de intercâmbio

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 - 18:09 - Fotos:  José Marques/ Danilo Luna

O Governo do Estado, por meio do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), está promovendo a ida de rendeiras da região do Cariri paraibano para intercâmbio produtivo com artesãs dos estados de Pernambuco e Sergipe. A atividade, que ocorre sábado (7) e domingo (8), no município de Divina Pastora (SE), é realizada pela corporação Procasur em parceria com o Procase e a Cáritas Diocesana de Pesqueira (PE).

O evento tem como objetivo promover intercâmbio entre os grupos de rendeiras da Renascença (Paraíba e Pernambuco) e Irlandesa (Sergipe), a fim de incentivar trocas de conhecimentos entre os grupos a partir dos eixos gestão, inovação e mercado. “O intercâmbio  é um espaço para que as rendeiras possam compartilhar seus conhecimentos e enriquecer suas experiências. É um momento onde elas podem buscar coletivamente instrumentos que as ajudarão a enfrentar os desafios em suas comunidades”, afirmou Aparecida Henriques, gerente de Desenvolvimento Humano do Procase.

Sete rendeiras que representam a Paraíba no intercâmbio fazem parte da Associação de Resistência das Rendeiras da comunidade de Cacimbinhas (Arca) e da Cooperativa de Produção de Bens e Serviços de São João do Tigre (Coopertigre), que são entidades beneficiadas pelo Procase no município de São João do Tigre. A presidente da Conarenda e da Associação Apaz, Aparecida Silva, do município de Zabelê, também participa da atividade, representando o estado.

O evento faz parte de um planejamento de capacitações e intercâmbios que serão realizados no decorrer do período de execução dos projetos, buscando o incremento produtivo das comunidades participantes do Procase, e o desenvolvimento humano e social dos beneficiários.

Procase – Resultado da parceria entre o Governo do Estado e o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Fida), o Procase beneficiará projetos de associações e cooperativas rurais de 56 municípios do semiárido paraibano, onde serão investidos US$ 49,6 milhões, aproximadamente R$ 130 milhões, sendo 50% dos recursos oriundos do Fida e 50% do Governo, para um período de seis anos