João Pessoa
Feed de Notícias

Renda renascença paraibana é destaque no São Paulo Fashion Week

terça-feira, 1 de abril de 2014 - 18:41 - Fotos:  Foto - Divulgação

O trabalho minucioso e habilidoso feito pelas mãos das artesãs de renda renascença dos municípios de Monteiro e Cajazeiras foram destaque na 37ª edição do São Paulo Fashion Week (SPFW). O desfile foi aberto nesta segunda-feira (31), no recém-inaugurado Parque Cândido Portinari, na capital paulista.

O desfile da Animale abriu a temporada Verão 2014-2015 trazendo às passarelas a renda renascença – um dos ícones da cultura paraibana – com suas infinitas possibilidades de aplicações e customizações. Com o tema “Um olhar para dentro do Brasil”, a estyling Yasmine Sterea e Priscilla Darolt foram em busca de novas referências e ideias para trabalhar a renda no couro trazendo um traço mais gótico para não ficar tão romântico.

Além da renda e do couro, os materiais usados na coleção foram a seda, o tricô e latex nas cores de terra, céu, açaí, tangerina, menta, cimento, café, branco e preto. O trabalho foi realizado no período de três meses, por cerca de 300 artesãs de uma cooperativa no Polo de Confecções em Cajazeiras. As peças ainda reproduzem estampas inspiradas em xilogravuras do cordel e das formas da artista Maria Bonomi. Desenhos também estão presentes nas roupas.

Para a primeira-dama do Estado e coordenadora do Programa de Artesanato da Paraíba, Pâmela Bório, o trabalho das artesãs passou a ser reconhecido em nível nacional e internacional. “O polo que está sendo montando em Cajazeiras já está funcionando e entregando produção. Podemos verificar o resultado no desfile da Animale, onde dos 27 looks desfilados pelas modelos, 20 foram nossos. Isso é espetacular”, comemorou Pâmela.

A facilitadora de estilo da grife, Maria Linier Pinheiro, que está em Cajazeiras, disse que o sucesso do desfile é o reconhecimento do trabalho e esforço desenvolvido pela cooperativa, que só tende a crescer. “Aqui estamos fazendo o desenvolvimento de renascença em couro e seda. Não se costuma fazer produção do desfile para lojas, mas foi tão encantador que a dona da Animale, Cláudia Jatahi, mandou fazer produção para todas as lojas. Isso significa muito mais trabalho para nossas rendeiras. Além desse trabalho, temos outros em andamento como a produção de mil biquínis em linha de produção para a grife Farm”, comemorou Linier.

Durante o desfile, a marca que inovou trazendo a renda renascença também foi destaque entre os especialistas da área, como a designer de joias e ex-editora da Vogue, Elisa Stecca. “A indústria da moda vive um momento delicado, mas se você vê o histórico da marca como a Animale, ela trouxe a preocupação de mostrar looks compráveis, vestíveis e que não dependem de uma mulher específica, mas muito mais próxima de uma mulher real”, elogiou.

A mudança sutil utilizada pela marca agradou aos amantes do mundo da moda e o casting da campanha que trouxe modelos brasileiras e não estrangeiras, como Aline Weber, nº 1 no ranking do FFW Models, Daiane Conterato e Bruna Tenório. Elas desfilaram com um show de luzes, por meio da utilização de 60 lâmpadas de led, que acendiam, apagavam e se movimentavam ao som da trilha sonora de Max Blum, em ritmo brasileiro. A escultura cinética foi desenvolvida pelo coletivo catalão Emotique e a cenografia assinada por Batman Zavareze. Após o desfile da Animale seguiu João Pimenta, Tufi Duek e, para encerrar, o da Cavalera. O SPFW será encerrado na próxima sexta-feira (4).