Fale Conosco

10 de fevereiro de 2017

Regras de validação do QR Code garantem mais autenticidade da Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor



regras de validacao do QR code nota fiscal eletronica 2 270x191 - Regras de validação do QR Code garantem mais autenticidade da Nota Fiscal Eletrônica ao ConsumidorOs consumidores paraibanos ganharam mais um fator de segurança no ato de suas compras com a universalização da Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor (NFC-e) nas lojas do varejo. Com as novas regras de validação do QR Code, iniciadas desde o dia 1º de fevereiro no Estado, o código impresso no Documento Auxiliar da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (Danfe NFC-e) garante a autoria e a integridade do documento eletrônico, gerando mais confiança tanto para o consumidor como para o Fisco.

O consumidor poderá exercer o poder fiscalizador verificando se a NFC-e tem validade e se realmente está sendo transmitida à Secretaria de Estado da Receita (SER-PB). Para fazer a leitura do código do QR Code, o consumidor vai precisar de um celular Android ou IOS e um aplicativo para leitura facilmente encontrado no Google Play ou no APP Store. Após ter o aplicativo instalado em seu smartphone, basta apontar a câmera do seu aparelho para o QR Code impresso para ser decodificado. Após a leitura do código, a NFC-e será aberta instantaneamente na tela do seu smartphone.

O chefe do Núcleo de Análise e Planejamento de Documentos Fiscais da Receita Estadual, Fábio Melo, alertou apenas para algumas notas de NFC-e que estiver com a informação impressa “Em contingência”. “Neste caso, o consumidor deverá esperar 24 horas para a validação do código de QR Code impresso na NFC. O QR Code serve como uma espécie de selo de garantia de autenticidade”, explica.