Fale Conosco

9 de junho de 2014

Reeducandos da Paraíba participam de programa de ressocialização Construindo a Liberdade



Construindo a Liberdade’ é o nome do programa de ressocialização desenvolvido pela Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), que está realizando com reeducandos do regime aberto e semiaberto da Penitenciária de Segurança Média de Mangabeira Juiz Hitler Cantalice pequenos reparos, pinturas e outras atividades de manutenção em prédios do Poder Judiciário Paraibano, a exemplo da Escola Superior da Magistratura Desembargador Almir Carneiro da Fonseca (ESMA-PB), que fica localizada no bairro Altiplano, na Capital. Para participarem do programa, os reeducandos têm o perfil avaliado. Cada dia de trabalho equivale a redução de um dia de pena.

O secretário de Administração Penitenciária, Wallber Virgolino, afirmou que o desenvolvimento deste projeto “é uma forma de reinserir no seio da sociedade, as pessoas que estão pagando por algum erro e que têm o direito a uma nova chance de voltar a ganhar a vida de forma digna, e neste caso específico, a Seap vem ressocializando através do trabalho, fazendo com que estas pessoas tomem gosto pelo trabalho e consequentemente, novas perspectivas de vida”, disse.

O diretor da Penitenciária de Segurança Média de Mangabeira Juiz Hitler Cantalice falou desta parceria firmada entre a Administração Penitenciária e o Poder Judiciário “A utilização da mão de obra de reeducandos do Regime Semiaberto para a recuperação e pintura das Unidades Judiciárias é de fundamental importância  no processo de ressocialização, pois sem sombra de dúvida o trabalho é uma das ferramentas mais importantes nesse contexto, uma vez que o reeducando sai da ociosidade, adquire uma habilidade e ainda tem uma remuneração que vai trazer mais dignidade para ele e sua família, diminuindo a probabilidade dele voltar a prática delituosa”.

Esta atividade também vem sendo desenvolvida nas escolas da rede estadual de ensino, a exemplo do trabalho de jardinagem e manutenção realizado no último dia 30 de maio, na Escola Estadual Professora Débora Duarte, localizada no bairro Funcionários; e no mês de janeiro deste ano, na Escola Estadual de Ensino Fundamental Dom Carlos Coelho, no bairro dos Bancários.

Construindo a Liberdade – É um programa do eixo trabalho, que pertence ao projeto ‘Cidadania é liberdade’, que tem por objetivo o desenvolvimento da ocupação através do trabalho como um elemento primordial para que a pessoa que foi privada de liberdade possa voltar a se sentir parte integrante e produtiva da sociedade, e desta forma, promover a mudança de mentalidade.