Fale Conosco

5 de março de 2012

Recrutados do Call Center fazem treinamento em Campina Grande



Começou nesta segunda-feira (5),em Campina Grande, o processo de capacitação das pessoas recrutadas para a unidade de Call Center da cidade, fruto do protocolo de intenções entre o Governo da Paraíba e a Contact Center AeC, assinado pelo governador Ricardo Coutinho na semana passada. Serão criados cerca de seis mil empregos com a instalação das duas unidades de atendimento de Call Center – a outra é em João Pessoa. Ambas vão trazer R$ 30 milhões em renda para o Estado.

O treinamento está sendo realizado na Escola Técnica Redentorista (Eter), em dois turnos, e se estenderá até o dia 30 deste mês. Após esta última etapa da seleção, os aprovados são formalmente contratados com carteira assinada e as atividades já começam no dia 2 de abril.

Segundo o secretário executivo da Indústria e do Comércio, Marcos Procópio, em Campina Grande, o recrutamento dos interessados foi feito na semana passada. De acordo com ele, na primeira etapa, cerca de 300 recrutados serão capacitados; na semana seguinte, mais 600 pessoas receberão treinamento. Ele adiantou que haverá seleções posteriores, na medida em que os treinados forem chamados.

A etapa do processo de capacitação em João Pessoa está prevista para começar no segundo semestre. O Call Center de Campina Grande começa a funcionar em abril, no prédio do antigo Forrock, na Avenida Almirante Barroso, bairro do Cruzeiro.Em João Pessoa, o prédio que abrigará as instalações da empresa será o antigo Mercado Modelo, no bairro do Varadouro.

Recrutamento – A primeira parte da seleção para o Call Center ocorreu no Sistema Nacional de Emprego (Sine) municipal. Logo depois, a empresa convocou os interessados para outras etapas seletivas, que consistiram do preenchimento de cadastro, redação (eliminatória), exames admissionais e provas de português, matemática, geografia e informática.

Já em treinamento, o estudante universitário campinense Eduardo Neiva disse ter gostado das etapas até o momento. “Achei tudo tranquilo até agora. A rigor, todos nós vamos entrar como atendentes, mas a política da AeC é de que todos iniciem assim e cresçam dentro da empresa. Estou precisando de emprego e dando o meu melhor nesse treinamento”, disse ele.

 

Todos os contatados começam na empresa atuando como atendentes e depois participam de seleção interna para outros postos, como coordenador ou supervisor. Nesta primeira fase, eles prestam serviço de atendimento ao consumidor para empresas de todo o Brasil que utilizam os serviços da AeC, a exemplo da Net (tevê a cabo, telefonia e internet), Tim (telefonia), Claro (telefonia) e Cemig (energia).