Fale Conosco

19 de agosto de 2011

Receita Estadual realiza primeira oficina sobre redes sociais para servidores



Os servidores da Secretaria de Estado da Receita já podem explorar todo o potencial de divulgação do Twitter para prestação de serviço ao público. A Secretaria realizou a primeira oficina sobre redes sociais, sob o tema “Twitter, como usar?”, para servidores da Escola de Administração Fazendária (Esat) e gerentes da pasta.

Além da parte conceitual sobre as novas redes sociais e dicas práticas de como melhor explorar o microblog, que tem limite de texto de 140 caracteres, a oficina possibilitou cada servidor abrir seu endereço no twitter. O objetivo é instruir o servidor para explorar essas novas ferramentas de comunicação.

O gerente executivo da Esat, Glauco Menezes Borges, revela que a presença da Escola de Administração Tributária nas redes sociais será fundamental para a divulgação dos cursos oferecidos. “O twitter e também o facebook, por exemplo, vão possibilitar otimizar e compartilhar as informações da Escola, elevando a interação com os servidores do Fisco Estadual e, de quebra, mais barata. Alguns cursos com vagas remanescentes poderão ser comunicados com mais rapidez”, diz Glauco.

Segundo ele, atualmente, muitos servidores da Receita Estadual, público alvo da Escola, telefonam para saber quais cursos estão sendo oferecidos e, com o twitter, será feito o caminho inverso: “Os servidores também terão mais um canal de interação para encaminhar sugestões, tirar dúvidas e enviar mensagens”, argumenta.

Glauco Menezes acrescentou que o próximo passo será fazer com que mais servidores do Fisco Estadual comecem a entrar no Twitter e a siguir a Esat para compartilhar informações.

A facilitadora da oficina e assessora de mídia social da Receita Estadual, Lays Amaro, avaliou como muito positiva a primeira oficina para os servidores da Receita Estadual. “Numa visão geral, percebi que os alunos ficaram mais envolvidos com as possibilidades das redes sociais e já conseguiram interagir bastante com as novas mídias de comunicação”.

Com dicas práticas, Lays Amaro explicou aos alunos, por exemplo, que para compartilhar informações será preciso conquistar mais seguidores. “Isso se faz pela interação com outros diretamente no Twitter, postando conteúdo relevante para as pessoas interessadas. Quanto mais informações úteis os servidores forem capazes de propagar no microblog, mais chances eles terão de atrair seguidores”, orientou Lays.

Segundo Amaro, o Twitter tem crescido a cada dia no país e a Diretoria de Mídia Social do Governo do Estado tem investido nesta ferramenta como possibilidade de ampliar a comunicação com a sociedade. “Nada mais justo do que capacitar os servidores da Receita Estadual para saberem explorar o potencial das redes sociais. A nossa ideia é ministrar a oficina numa linguagem acessível sobre as redes para elas conhecerem essas novas ferramentas. Pela dinâmica da oficina, fiquei feliz com os resultados e estou ansiosa para as próximas turmas”, destaca.

O gerente de operações de educação continuada da Esat, Cléber Soares, disse que a primeira oficina superou as expectativas. “Ganhamos uma comunicação eficaz para os servidores da pasta. Porém, teremos desafios para trabalhar, como a resistência de utilizar essas redes sociais por alguns servidores, mas é uma questão de tempo e de abordagem”, frisa.