Fale Conosco

30 de abril de 2013

Receita Estadual prorroga pagamento do IPVA até 3 de maio



A Secretaria de Estado da Receita prorrogou o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) até a próxima sexta-feira, 3 de maio. Os proprietários de carros, motos, ônibus e caminhões poderão efetuar o pagamento da placa final 6 com desconto de 10% na cota única, sem acréscimos. Aqueles que optarem também pelo parcelamento em três vezes deverão quitar a primeira parcela sem qualquer multa ou juros até a sexta-feira.

A paralisação das agências do Banco do Brasil e problemas de inconsistência no sistema da Codata são os principais motivos para a prorrogação do IPVA até a sexta-feira.

Assim como os demais, o vencimento para os proprietários de veículos com finais de placas 3 e 4, que decidiram parcelar o tributo, será também prorrogado para quitar a terceira e última parcela do IPVA 2013. Já os veículos de placa 5 deverão efetuar a segunda parcela de três existentes.

Os isentos também ganharam mais tempo para entregar o documento e obter assim o benefício do IPVA. Os proprietários de veículos com finais de placas 3 e 4 terão também até a próxima sexta-feira, para entregar na repartição fiscal os documentos. Eles haviam solicitado a isenção do imposto no final do ano passado, mas precisam, agora, apresentar a documentação para garantir o benefício.

Os portadores de deficiência, taxistas, moto agrícola, transporte escolar com até 16 passageiros precisam comprovar os requisitos para terem direito à isenção. Quem comprou veículo este mês (novo ou usado) com placas finais 3 e 4 e estão dentro das categorias isentas têm também direito ao benefício, mas precisam preencher o formulário e entregar a documentação agora até a sexta-feira.

Segundo dados estatísticos do Detran-PB, mais de 97,298 mil veículos entre carros de passeios, comerciais leves (pica-up), motos, ônibus e caminhões têm final de placa 6 na Paraíba. A frota, que representa 10,7% do total (908,5 mil), é a segunda maior concentração de veículos do Estado. Ela perde apenas para a placa final zero (101,207 mil veículos).