João Pessoa
Feed de Notícias

Reajuste da segurança e educação varia entre 10% e 13,57%

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 - 18:55 - Fotos:  José Marques / Secom-PB

Em anúncio feito nesta segunda-feira (27), o governador Ricardo Coutinho estabeleceu os percentuais de reajuste salarial para cada categoria dos servidores do Estado, na data base anual criada em 2012. Na área da educação, os 27.124 servidores tiveram reajuste fixado em 13,57%. E na área de Segurança Pública, que inclui policiais civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários, todos 21.334 servidores terão um reajuste de 10%. O anuncio foi feito durante o programa Fala Governador transmitido pela Rádio Tabajara e que nesta segunda-feira aconteceu, excepcionalmente, no Palácio da Redenção.

De acordo com o governador Ricardo Coutinho, o reajuste é retroativo a partir de 1º de janeiro e beneficiará todos os 105.422 funcionários públicos do Estado. “Aproximadamente 93 mil servidores, que representam 89% do funcionalismo, receberão reajustes que variam entre 6,78% e 13,75%. Os outros 11% dos servidores estaduais terão um reajuste de 5% em seus salários. O reajuste vai gerar um impacto na folha de R$ 21 milhões por mês, e de R$ 240 milhões por ano nas contas do Estado. Fortalecendo também a economia paraibana”, avaliou.

Ricardo lembrou ainda que, quando somados os outros dois reajustes anteriores, o percentual de aumento para a educação nos últimos três anos varia entre 59% e 75%. “Um professor da classe A que ganhava R$ 1.018,76 em dezembro de 2010 hoje passa a ganhar R$ 1.618,27, muito acima do piso nacional que é de R$ 1.279,00 para 30 horas. Sem contar nas bolsas de R$ 260 a R$ 610 e os 14º e 15º salários, o que aumenta o poder aquisitivo dos nossos professores”, afirmou o governador.

O presidente da Associação de Professores em Licenciatura Plena da Paraíba (APLP), Francisco Fernandes, considerou o reajuste para os professores uma medida que vai “estimular o crescimento desse profissional e evidentemente se reverte na própria qualidade do ensino”. “Agora ao anunciar o reajuste, o Governo do Estado restabelece dentro das progressões aquilo que a gente tinha antes as progressões horizontais, os níveis, e as progressões verticais, com diferença entre as classes. E de uma certa maneira isso já abre uma perspectiva daqui pra frente de melhoria da valorização dessa categoria”, explicou o presidente.

Nos últimos três anos a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros acumularam reajustes percentuais variando entre 43% e 63% no período. Já para servidores da Polícia Civil, o reajuste acumulado chegou a 57% nos últimos três anos. “Além dos reajustes, este Governo assegurou a promoção, entre praças e oficiais, de mais de quatro mil policiais, abrangendo mais 50% de todo efetivo do Estado”, destacou o governador Ricardo Coutinho.

O presidente da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba, delegado Cláudio Lameirão, avaliou positivamente o aumento dado para os servidores da segurança pública e sua entrada na folha a ser paga a partir da próxima sexta-feira (31). “É um reajuste que vem acompanhando o reajuste dos anos pretéritos no sentido de recompor o prejuízo salarial que a carreira de delegado sofreu nas ultimas décadas, nos aproximando da média nacional e tornando a nossa remuneração atrativa. Então, nós entendemos como positiva”, comentou.

Participaram do anúncio dos reajustes o vice-governador Rômulo Gouveia, deputado estadual Hervázio Bezerra, Antônio Eduardo Cunha (presidente do Conselho Estadual de Saúde), Wanda Celi (presidente do Sindicato da Saúde), Cabo Eliane (presidente do Sindicato dos Cabos e Soldados da Paraíba), sargento Erivan (presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Paraíba), Carlos Belarmino (presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação), Cláudio Lameirão (presidente da Associação dos Delegados da Paraíba) e Francisco Fernandes (presidente da Associação dos Professores de Licenciatura Plena); além dos secretários Luís Tôrres (Comunicação Institucional), Célio Alves (executivo da Comunicação Institucional), Ricardo Barbosa (secretário especial do PAC), Waldson Sousa (Saúde), Estela Bezerra (Casa Civil), Aracilba Rocha (Finanças), Márcia Lucena (Educação), Cel. Euler Chaves (Comandante da Polícia Militar), Jair Carneiro de Barros (Comandante do Corpo de Bombeiros) e Cida Ramos (Desenvolvimento Humano).

Saúde

Na saúde, 3.098 funcionários receberão reajuste de 10%. Por exemplo, um médico classe D que recebia R$ 4.682,75 em 2010 passará a ter um vencimento básico de R$ 5.415,61. 

ÁUDIOS:

Fala Governador 27-01-14 – Reajuste (Geral)

Fala Governador 27-01-14 – Reajuste (Seguranca) OK

Fala Governador 27-01-14 – Reajuste (Saude)

Fala Governador 27-01-14 – Reajuste (Educacao)