João Pessoa
Feed de Notícias

Quatro viaturas estarão integradas ao Projeto ‘Linha Direta’

terça-feira, 11 de maio de 2010 - 13:47 - Fotos: 

O Governo do Estado, por meio do 7º Batalhão da Polícia Militar vai implantar, nesta terça-feira (11), no município de Sapé, a primeira etapa do programa de atendimento imediato às ocorrências policiais. Trata-se do ‘Linha Direta’- o diferencial é que as ligações das pessoas são feitas diretamente para as radiopatrulhas que circulam nos bairros, o que faz com que o tempo de atendimento seja em torno de três minutos.

De acordo com o comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Israel Oliveira e Silva Filho, quatro viaturas estarão integrados ao programa. O novo serviço funcionará 24 horas e poderá ser acessado, através dos telefones celulares: 9120 3529; 9120 3530; 91203531; 91203532.  O ‘Linha Direta’ já foi instalado nos municípios de Santa Rita, Cruz do Espírito Santo e Lucena.

“Este serviço tem trazido resultados muito positivos em apenas quatro meses foi registrado a redução significativa de homicídios, assaltos em estabelecimentos comerciais, triplicou a número de arma apreendida, além de outros delitos”, comemora o tenente-coronel Israel Oliveira. Ele ressaltou que o ‘Linha Direta’, conta com a pareceria das empresas (das localidades) e o Governo do Estado, além da Receita Federal, que forneceu seis aparelhos telefônicos.

Responsável pela implantação deste serviço, que funciona 24 horas, o tenente-coronel Israel de Oliveira e Silva Filho teve como base o uso da tecnologia de comunicação mais difundida atualmente que é o telefone celular, instrumento para atender diretamente a ocorrência. Ele explicou que quando a viatura se encontra no bairro é acionada pela comunidade, através do número disponibilizado e que é amplamente divulgado na própria viatura. Quando o fato é registrado por denúncia de uma pessoa, os policiais ainda em deslocamento para o local, comunicam a ocorrência ao Centro Integrado de Operações (CIOP), pedem reforço e chegam rápido.

O comandante explicou que a população tem reagido de forma participativa ao ‘Linha Direta’ “O cidadão se sente participando da operação, pois, além de sentir-se mais protegida, recebe a garantia de que ao denunciar será preservado o sigilo de sua identidade”, explicou.

Câmeras de Segurança – Ainda de acordo com o tenente-coronel Israel Oliveira, a Polícia Militar está trabalhando para a implantação da segunda etapa do ‘Linha Direta’, que consiste no monitoramente através de câmeras de segurança. “Com o monitoramento eletrônico, estaremos potencializando, ainda mais, as ações para reduzir, de forma efetiva,  delitos e dar respostas rápidas aos serviços de segurança quando acontecerem ocorrências policiais”, ressaltou.

O envolvimento social é tão positivo que o comandante do Batalhão faz questão de enfatizar que a ‘Linha Direta’ é a porta de entrada da ocorrência, com mais eficiência dos resultados, pois o Governo do Estado disponibilizou condições adequadas para a prestação de um bom serviço à comunidade na área de segurança pública e essa população está realmente vendo e acompanhando a ação policial, com prisões e até mesmo iniciativas preventivas, evitando que o crime seja praticado.

                                                                Ana Lustosa, da Secom-PB