João Pessoa
Feed de Notícias

Quartas-de-final da Copa Paraíba Sub-15 vão ser disputadas neste sábado

quinta-feira, 6 de junho de 2013 - 12:11 - Fotos:  Secom-PB

Vai ser disputada, neste sábado (8), às 9h, a fase das quartas-de-final da Copa Paraíba Sub-15 de Futebol. Pela chave do litoral, em Mari, a Escolinha do Messias enfrenta o Gama de Bayeux. Na cidade de Pedras de Fogo, a seleção local vai pegar o Força Comunitária, do bairro de Mangabeira, de João Pessoa. Na Capital, no campo Chico Matemático, o Juventus, do Cristo Redentor tenta a sorte diante do Centro Sportivo Paraibano (CSP), que é do Conjunto Funcionários, enquanto o Femar vai ter pela frente o Kashima, também do Cristo Redentor, no campo Vicentão.

Na chave Borborema, a Seleção de Mogeiro, joga contra o Campinense, em Mogeiro e em Barra de Santana, o clube que leva o nome do município fará o duelo com o Barcelona, de Juarez Távora. Nos outros dois jogos, serão duelos entre equipes de Campina Grande, onde no campo do Paulistano, o Clube Emanuel pega o Paraná e na Vila Olímpica Plínio Lemos, o embate é com o Monte Carmelo e Campina Futebol Clube.

O diretor geral da Copa Paraíba Sub-15, Raimundo Braga, afirmou que a competição já revelou inúmeros atletas que vão defender a camisa de clubes profissionais. “Da equipe de Itatuba, que foi eliminada rodada passada, três garotos vão defender as cores do Sport Recife. Outro exemplo é um menino do Santos, do José Américo [Capital], que já está treinando no Botafogo”, frisou.

O secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer, Tibério Limeira, disse que quando foi idealizada a Copa Paraíba, que é organizada pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), o objetivo foi de revelar futuro craques. “O resultado já está aparecendo, pois muitos meninos que não têm oportunidade de mostrarem o seu futebol para dirigentes, técnicos e empresários estão conseguindo se transferir para grandes clubes até fora da Paraíba. Isso é uma prova de que o evento precisa e vai ser ampliado para os todas as regiões do Estado”, concluiu Tibério.

Pelo regulamento da competição, o campeão da chave do litoral enfrenta o vencedor da região da Borborema em dois jogos de ida e volta.