João Pessoa
Feed de Notícias

Prorrogado o atendimento aos selecionados para Habilitação Social

quarta-feira, 1 de agosto de 2012 - 09:40 - Fotos:  José Lins/Secom-PB

O Governo do Estado decidiu prorrogar, até a próxima sexta-feira (3), o atendimento aos candidatos selecionados pelo Programa Habilitação Social. O prazo para que os 1.234 candidatos que tiveram a inscrição online confirmada se apresentassem em uma das unidades do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para inscrição no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) terminaria na sexta-feira passada (27).

Também foi prorrogado, para a mesma data, o prazo para que os 1.766 candidatos convocados no segundo listão, publicado no site www.habilitacaosocial.pb.gov.br, procurem os locais indicados para apresentação dos documentos e confirmação da inscrição online.

O superintende do Detran, Rodrigo Carvalho, explicou que a prorrogação foi para assegurar que os candidatos convocados no segundo listão também tivessem o prazo de 15 dias para apresentação dos documentos comprovando as informações prestadas na inscrição online. “Enquanto os três mil candidatos não confirmarem as inscrições, o Programa estará convocando nomes do cadastro reserva indicados pela ordem de classificação gerada pelo programa”, reforça Rodrigo.

Em João Pessoa, a apresentação dos documentos acontece no Centro Social Urbano de Mandacaru, no Centro Social Urbano do Rangel e no Programa Cidadão do Varadouro. Nas demais regiões geoadministrativas, os selecionados foram atendidos nas Ciretrans, Sines e Centros Sociais Urbanos indicados a cada candidato na própria lista.

Na sede do Detran, em Mangabeira, foi montado um setor só para  atendimento dos 1.234 candidatos selecionados , na primeira fase, que  têm que procurar qualquer unidade do Detran e iniciar o processo de emissão ou classificação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), por meio  do Programa de Habilitação Social, que oferece a CNH de graça para candidatos carentes.

Após a inscrição no Renach, o Detran agenda os exames de vista e psicotécnicos dos candidatos atendidos pelo Programa Habilitação Social. Quando forem aprovados nos exames, eles estarão aptos para o encaminhamento aos 40 centros de formação de condutores que aderiram ao programa , onde serão tratados como um candidato comum e terão as aulas teóricas e práticas. A diferença é que o Detran não vai cobrar pelas taxas de serviço e bancará, junto aos centros, todo o custo das 3 mil carteiras nacionais de habilitação.

Para os candidatos habilitados na categoria “A”, referente aos motociclistas, o Detran ainda fará a doação de um capacete, incentivando o uso do equipamento de segurança.