João Pessoa
Feed de Notícias

Projetos sociais do Corpo de Bombeiros beneficiam 3.504 crianças e adolescentes em 2016

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017 - 15:54 - Fotos:  Divulgação

O Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) beneficiou, por meio dos projetos sociais desenvolvidos pela corporação, 3.504 crianças e adolescentes no ano de 2016. Os contemplados estão em uma faixa etária de 9 a 17 anos e fizeram parte dos programas ‘Bombeiro Mirim’, ‘Gol 10’ e ‘Bombeiro na Escola’.

De forma geral, as ações dos programas tiveram o objetivo de promover a inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade social, utilizando o esporte ou a educação complementar como ferramenta. No caso do Bombeiro Mirim, foram 132 alunos atendidos ao longo do ano, que aprenderam noções básicas das diversas atividades dos bombeiros – servindo de elo entre a corporação e a sociedade.

“Nosso principal objetivo foi inserir essas crianças no universo dos bombeiros, capacitando-as dentro das atividades que exercemos, de forma que elas possam ser multiplicadores entre amigos, familiares e seus pais. Além disso, estimular nelas o amor à pátria, a disciplina e o desejo de ajudar o outro”, destacou o coordenador do projeto, tenente coronel Donelson Oliveira.

Para o comandante geral da corporação, coronel Jair Carneiro de Barros, o conhecimento e o esporte sempre foram ferramentas para a inclusão social e mudanças da própria história.  “Esses projetos têm dado oportunidades para que crianças sem muitas perspectivas possam visualizar novos horizontes. Além de ocupá-las no horário oposto ao da escola, impedindo que elas possam estar nas ruas e estimulando o empenho escolar”, frisou.

Gol 10 – Utilizando o esporte como instrumento de inserção social, o projeto Gol 10 atendeu 211 alunos neste ano, que participaram das escolinhas de futebol de salão nos núcleos nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Cabedelo e Pombal

Conforme o coordenador do projeto, major Charlton Ribeiro, como um dos critérios para frequentar o projeto é o comprovante de rendimento escolar (caderneta de notas), a iniciativa tem ajudado os alunos a serem mais disciplinados e dedicados. Este ano, o projeto também alcançou novos investimentos, com a compra de materiais esportivos no valor de R$ 7.910.

“Também ocorreram torneios de integração entre os núcleos, visitas e palestras nas universidades, passeios ecológicos e participação em desfiles cívicos dos municípios. Além disso, aulas com noções de prevenção a acidentes domésticos, primeiro socorros, valores morais, educação ambiental, entre outras”, informou Charlton.

Bombeiro na escola – Inicialmente desenvolvido em Campina Grande, em 2008, o projeto chegou a todo o Estado em 2014, com o objetivo de transmitir informações preventivas para estudantes da rede pública. Isso acontece em 20 encontros, nos quais o bombeiro militar vai até a escola e dissemina conhecimentos de Prevenção e Combate a Incêndio, Primeiros Socorros, Defesa Civil, Prevenção a Acidentes Domésticos e de Trânsito, Comportamento em Meio Aquático e Erradicação das Drogas.

Conforme o coordenador do projeto, tenente coronel Silva Santos, só este ano, o projeto passou por oito cidades (João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Patos, Cajazeiras, Sousa, Pombal e Catolé do Rocha), capacitando 3.161 crianças e adolescentes, oriundas de 50 instituições de ensino. No total, foram 111 turmas formadas.