Fale Conosco

25 de setembro de 2015

Projetos patrocinados pelo FIC oferecem programação cultural em 12 cidades da Paraíba



 

Começa nesta sexta-feira (25) e segue até a próxima quarta-feira (30) a programação composta por atividades patrocinadas pelo Fundo de Incentivo à Cultura Augusto dos Anjos (FIC). Nesta semana, 12 municípios paraibanos recebem espetáculos, feiras, exposições, lançamentos e oficinas.

Em Alagoa Nova, o projeto “Ateliê Mãos Unidas que Fazem o Bordado” recebe mulheres em situação de vulnerabilidade social. As oficinas de confecção de bordados acontecem todos os sábados, até o mês de novembro, no ateliê da artesã Eurídice Honorato (Rua patrício Freire, n 332, Centro). A exposição com o resultado do projeto acontecerá no dia 5 de dezembro, no Centro Artesanal do município.

Entre 26 e 29 de setembro, Pombal recebe a “Feira de Cordel Leandro Gomes de Barros”. A iniciativa presta homenagem aos 150 anos de nascimento do maior poeta popular do Brasil, nascido na Paraíba. A feira conta com apresentações artísticas, recitais, lançamentos, oficinas, palestras e debates sobre o legado de Leandro Gomes de Barros.

No sábado (26), em Aguiar, o projeto “Talentos musicais na feira livre e na praça pública” faz a primeira intervenção das 8h às 11h, na Praça Miguel Izidro, com a apresentação dos sanfoneiros Chico Aleijadinho, Evandro e Tico Lambira. E das 21h até meia noite, a Praça Joaquim Bento de Sousa recebe a apresentação do trio de forró Pegada Diferente.

Também em Aguiar acontece o projeto “Capoeira: arte e cidadania”, que promove nos dias 28 e 29 uma oficina para construção de instrumentos de capoeira. A atividade de confecção dos instrumentos acontece na Casa da Cultura Maria Dias, das 8h às 16h. Os instrumentos vão ser utilizados na roda de capoeira que acontece na terça-feira (29), às 21h, na Praça Joaquim Bento de Sousa.

O projeto “Tem dendê na praça” movimenta escolas públicas da cidade de Santa Luzia, apresentando a pluralidade da cultura brasileira através das rodas de capoeira. Nesta sexta-feira (25), o projeto vai estar na Escola Estadual Coelho Lisboa. E na segunda-feira (28), na Escola Estadual Padre Jerônimo, sempre a partir das 9h.

Em João Pessoa, a opção é o lançamento do livro “Amor invisível – Artes e possibilidades narrativas”, do escritor e professor de arte Carlos Cartaxo. O romance é parte da tese do autor defendida na Escola de Belas Artes da Universidade de Barcelona. O lançamento acontece neste sábado (26), às 11h, na Livraria Sebo Cultural.

A Quadrilha Junina Flor de Lírio do Sertão promove a circulação do espetáculo em homenagem a Luiz Gonzaga. A primeira apresentação acontece nesta sexta-feira (25), em Bonito de Santa Fé, às 20h, na Capela de São Miguel, Bairro das Populares. Já no sábado (26), a apresentação é em Monte Horebe, no Espaço do Idoso, às 21h.

Cantorias – O projeto “Cantorias e repentes” reúne os poetas Chico Xavier, Mathias Oliveira e Chico de Assis. A primeira etapa da circulação acontece nesta sexta-feira (25), às 19h30, na Praça Antônio Rolim, município de Bom Jesus.

Já o projeto “Divulgando a arte do repente” reúne os poetas Manoel Messias, Miro Pereira, Acrísio de França, Zé Oliveira, Carlos Alberto, Manoel da Silva e Francisco Damião para duas apresentações. A primeira acontece nesta sexta-feira (25), em Catolé do Rocha, na quadra do Forrozão do Cabudinho, sítio Rancho do Povo. E no sábado (26), em Brejo doCruz, na praça João Agripino Maia. Ambas às 20h30.

Exposições – Em Campina Grande, a exposição “Colecionador de horizontes”, do artista visual Flaw Mendes segue em cartaz até o dia 16 de outubro, na Galeria Irene Medeiros do Teatro Severino Cabral. A mostra reúne dois trabalhos anteriores do artista, que se apropria de obras literárias reconfiguradas em papéis artesanais.

Em Lagoa Seca, a opção é conhecer a exposição “Eu S2 PB”, do fotógrafo Wagner Pina, que retrata situações e lugares do cotidiano a partir de um smartphone. A exposição fica em cartaz até o dia 6 de outubro, no Ponto de Cultura Ypuarana.

João Pessoa recebe até esta sexta-feira (25), a exposição “Paraíba Grandes Nomes”, em cartaz no Lyceu Paraibano. Assinada pelo xilógrafo e ilustrador Josafá de Orós, a mostra narra, através da xilogravura e do cordel, a vida de personalidades como Ariano Suassuna, maestro Zé Siqueira, Geraldo Vandré, Paulo Pontes, Sivuca, Zé da Luz, Margarida Maria Alves e Anayde Beiriz.