João Pessoa
Feed de Notícias

Projetos de extensão de Psicologia beneficiam comunidade

terça-feira, 6 de abril de 2010 - 08:44 - Fotos: 
Os projetos desenvolvidos neste segmento têm o papel de levar a universidade para além de sua estrutura física, atendendo a população ou mesmo criando iniciativas que requerem atividades com pessoas ou assuntos exteriores a seus muros. Neste sentido, um dos destaques do curso de Psicologia da Universidade Estadual da Paraíba é justamente a área de extensão.
 
A Clínica Escola de Psicologia (CEP) da UEPB oferece atendimentos de Terapia Individual, Organizacional, Educacional e Sócio-comunitária, além de servir de base a outros projetos de extensão. Os serviços básicos oferecidos são triagem, escuta e atividade educativa – psicoterapia individual e orientação vocacional. A atividade educativa é realizada em comunidades, escolas, entidades, instituições e na própria clínica.
 
A Clínica Escola de Psicologia atende a cerca de 150 pessoas por mês e funciona no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da UEPB, campus de Bodocongó. O atendimento é realizado no período das 8 às 12h e das 13 às 17h.

Vários são os sujeitos e instituições beneficiados pela Clínica, a exemplo das casas de família em diversos bairros de Campina Grande, a Curadoria da Infância e Juventude, comunidades e sociedades de amigos de bairros, entre outros. Credenciada, desde o ano 2000, ao Conselho Regional de Psicologia da 13ª Região/PB a Clínica está vinculada ao Departamento de Psicologia da Instituição e possui estrutura para o estágio supervisionado do curso.
 
Conheça alguns projetos de extensão

Há vários projetos de extensão do Departamento de Psicologia atualmente cadastrados na Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PROEAC) da UEPB, com a participação de professores-coordenadores, alunos bolsistas ou não, voluntários e pesquisadores de outras instituições.

Os projetos de extensão em Psicologia iniciados em 2009 são Cuidado e proteção ao professor com Síndrome de Bournout; Escuta psicológica individual e intervenção grupal em usuários do Centro de Atenção Psicossocial; Serviço de acolhimento psicológico e proteção à criança e família em situação de risco; Psicologia e educação popular na comunidade de Barra de Mamanguape – PB; Psicologia e educação popular no meio rural; Serviço de avaliação, orientação e encaminhamento psicológico de adolescentes em conflito contra a lei e família junto à Vara da Infância e da Juventude; Minha casa, minha rua: imaginários da saúde mental de moradores da Casa de Acolhida São Paulo da Cruz em Campina Grande/PB; Serviço Permanente de Orientação Vocacional.

Os projetos iniciados em 2007 ou 2008 incluem: Saúde em população de Baixa renda na cidade de Campina Grande – PB: projeto de intervenção em Comunidade atendida pelo PSF; Família, adolescência, transgressão e violência: leituras, exposições e debates; Atendimento psicológico ao servidor; Serviço de Atenção Psicossocial no CRAS – Casa da Família; Pintando e bordando as relações afetivas na educação infantil.

Ascom/UEPB