João Pessoa
Feed de Notícias

Projetos beneficiados pelo FIC movimentam vida cultural de municípios paraibanos

quinta-feira, 10 de setembro de 2015 - 18:32 - Fotos: 

O Governo do Estado, por meio do Fundo de Incentivo à Cultura Augusto dos Anjos (FIC), selecionou em 2015 cerca de 250 iniciativas. Agora, com o início da execução dos projetos, 63 municípios paraibanos passam a ser beneficiados diretamente com o fomento às artes e à cultura.

Segundo destacou o secretário-executivo do FIC, Pedro Santos, “o impacto do benefício é ampliado na medida em que estes projetos também beneficiam municípios vizinhos”. É o caso das ações contempladas pelo Edital de Microprojetos de Circulação Artística, no qual grupos e artistas circulam seus espetáculos pelas cidades circunvizinhas.

Nesta sexta-feira (11), em Belém do Brejo do Cruz, ocorre o último dia da exposição “O povo do sertão: retratos revelados”, do fotógrafo Josieliton Barbosa, que retrata o cotidiano do povo sertanejo a partir do imaginário infantil, do trabalho e da devoção. A exposição está instalada na Escola Municipal Francisco da Cunha, com visitação das 8h30 às 16h.

Em Lagoa Seca, a opção é conhecer a exposição “Eu S2 PB”, do fotógrafo Wagner Pina, que retrata situações e lugares do cotidiano a partir de um Smartphone. A exposição fica em cartaz até o dia 6 de outubro, no Ponto de Cultura Ypuarana.

O projeto “Mosaico nipo-andestino-brasileiro: (re)criações musicais de Alice Lumi” compartilha, através de concertos didáticos, experimentos realizados a partir de peculiaridades da música brasileira, japonesa, indiana e latino-americana. Os concertos acontecem nos dias 11, em João Pessoa, na Sala Radegundis Feitosa; e 12, em Cabedelo, no Teatro Santa Catarina, ambos às 20h.

Em Guarabira, a exposição “Negrargila: a arte que nasce do barro” pode ser conferida até o dia 23 de setembro, na Galeria de Arte Antônio Sobreira. O projeto é realizado pelo artista plástico Sérgio Teófilo e apresenta o trabalho artesanal em cerâmica desenvolvido por artesãos da Comunidade Quilombola da Cruz da Menina, em Dona Inês.

Também na região do Brejo Paraibano, o projeto “Tecendo uma nova consciência ambiental através das artes” trabalha a formação ambiental nas escolas, através do experimento cênico Gemidos da Terra e recitais de cordéis. Nesta sexta-feira (11), a caravana estará em Belém, na Escola Estadual Márcia Guedes; e segunda (14), em Guarabira, na Escola Estadual Antenor Navarro. As ações acontecem sempre a partir das 9h.

Na região sertaneja, o projeto ‘Cinema na praça’ exibirá três horas de obras cinematográficas produzidas por realizadores paraibanos. As sessões acontecem nesta sexta (11), em Patos, na Praça Vicente Inácio, bairro José Mariz; e no sábado (12), na cidade de Catingueira, na Praça da Matriz, a partir das 19h.

Como o próprio nome sugere, o projeto “O repente e a viola circulam na escola” vai ocupar escolas públicas do Sertão com importantes ícones do repente sertanejo. A cantoria será no dia 15, em São José de Piranhas, na Escola Estadual Joaquim Lacerda Leite; e no dia 16, em Monte Horebe, na Escola Estadual Bonifácio Saraiva, ambas às 14h.

Ainda no Sertão, o projeto “Tem dendê na praça” está circulando nas escolas públicas da cidade de Santa Luzia, apresentando a pluralidade da cultura brasileira através das rodas de capoeira. Nesta sexta (11), o projeto estará na Escola Municipal Aristarco Machado; dia 14, na Escola Municipal Jovino da Nóbrega; dia 17, na Escola Municipal Professor Trindade Verna; e dia 18, na Escola Municipal Maria do Carmo Marinho, sempre a partir das 9h.

E pra quem gosta de cultura popular, uma boa pedida são as oficinas de literatura de cordel oferecidas pelo projeto “Cantigas de Cordel”. A primeira ação acontece na próxima quarta (16), na Apae de São João do Rio do Peixe; e, na quinta-feira (17), na Fundação Zé de Moura, em Poço de José de Moura. As inscrições podem ser feitas nos locais.

Mais informações no site www.facebook.com/ficaugustodosanjos.