João Pessoa
Feed de Notícias

Projeto Interatos apresenta espetáculos de teatro, dança e circo em abril

segunda-feira, 28 de março de 2016 - 09:18 - Fotos:  Divulgação

A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) realiza, de 1º a 3 de abril, mais uma edição do projeto Interatos – Mostra e Formação Permanente de Teatro, Dança e Circo. O evento contará com espetáculos de grupos paraibanos que contemplam as três linguagens artísticas. A primeira atração é o espetáculo teatral ‘Razão Para Ficar’, que será apresentado nesta sexta-feira (1º), às 20h.

Já no sábado (2), o Balé da Cidade de Campina Grande apresenta ‘Frestas, Fôlego e Pele’, às 20h. No domingo (3), às 17h, a Cia. Lua Crescente sobe ao palco com ‘As Engraxadinhas’.

Todas as apresentações acontecem no Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural José Lins do Rego. Os ingressos para cada espetáculo custam R$ 10 (inteiro) e R$ 5 (meia entrada).

Interatos é uma iniciativa da Funesc. A primeira edição aconteceu em setembro de 2015. O objetivo é contemplar os três segmentos das artes cênicas, alternando o palco entre atrações locais, nacionais ou internacionais, mensalmente.

Proposta – A iniciativa surge com o objetivo de dar visibilidade e dinamizar a produção de circo, dança e teatro no Estado, em suas mais diversas expressões, além de contribuir para nortear a formação de qualidade de estudantes, professores, artistas amadores e profissionais nos três segmentos.

Outro ponto é a formação de público, a partir da oferta de espetáculos variados e de qualidade para as diversas faixas de idade. A curadoria do Projeto Interatos é realizada pelas coordenações de Dança, Circo e Teatro, levando em consideração o cadastro de artistas realizado pela Fundação.

Sinopses

‘Razão Para Ficar’ – Espetáculo teatral construído a partir de depoimentos de oito mulheres, egressas do Hospital Psiquiátrico Juliano Moreira, em João Pessoa. Após um longo período de internamento, passaram a viver em um Serviço Residencial Terapêutico. O SRT é um espaço de acolhimento cuja meta é promover uma gradativa inclusão social e o desenvolvimento da autonomia de seus moradores. No entanto, a ausência de projetos que viabilizem a interação entre as residentes e a comunidade, bem como o preconceito existente entre a população do bairro onde essas casas estão inseridas, terminam por dificultar a construção de uma reinserção social bem sucedia.

A dramaturgia do espetáculo, construída a partir das vozes dessas oito mulheres internas e de trechos de obras literárias de Clarice Lispector, poemas de Adélia Prado e Lisbeth Lima, busca evidenciar os processos de internamento de mulheres e as consequências de um regime de internação que elimina os sujeitos, tratados como pacientes.

O espetáculo – A ideia de montagem de um espetáculo que partilha experiências de isolamento e discute os processos de internação psiquiátrica surgiu a partir da leitura da tese de Thalyta Lima, que desenvolveu uma pesquisa entre os anos de 2008 e 2010 sobre as histórias de vida e o processo de reinserção social de oito mulheres egressas de um hospital psiquiátrico, hoje moradoras do Serviço Residencial Terapêutico de João Pessoa, modelo inspirado na reforma psiquiátrica.

Ficha técnica – Direção: João Paulo Soares | Atuação: Ana Marinho Dramaturgia: Ana Marinho e João Paulo Soares | Cenário: Maria Botelho Iluminação: Fabiano Diniz | Figurino: Vilmara Georgina.

‘Frestas, Fôlego e Pele’ - Inquietação. Estranhamento. Reflexão. Essas três palavras bem que poderiam dar sentido à jornada que o bailarino e coreógrafo Romero Mota empreendeu há alguns anos. A partir de uma parada estratégica em seu percurso como criador, o artista fez, por força das circunstâncias, um caminho rumo a si mesmo que passou pela observação crítica de sua relação com aquilo que o define como criador: a dança.

Nesse período, enquanto se dedicava ao estudo do movimento em um outro nível – o da formação acadêmica em Educação Física –, Mota viu com distanciamento o processo criativo na dança, ora com estranhamento, ora com nostalgia, mas sempre com um desejo de ir além de tudo que já tinha feito. Uma observação através das frestas que essa etapa lhe permitiu. Foram momentos em que refletiu sobre seu método e, movido pela inquietação que isso gerou, travou uma batalha consigo mesmo, ora negando, ora aceitando a missão de criador.

Passado esse período de incubação, voltou munido de uma vontade de devastar ainda mais o óbvio e apostar num trabalho cada vez menos engessado pelas regras, sejam da dança clássica, sejam da própria dança contemporânea, terreno que lhe deu reconhecimento.

Frestas, fôlego e pele traz, em sua essência, um espírito modificador das engrenagens da sua dança. Nesse novo processo criativo, onde contou com jovens bailarinos das mais diversas idades e formações, Romero Mota apostou naquilo que a crise pode trazer de útil à arte: o novo. Mas um novo sem obrigação. Um novo com o único compromisso que arte deve ter: a expressão.

Ficha técnica – Grupo: Balé da Cidade de Campina Grande | Concepção, Direção e Coreografia: Romero Mota | Produção Executiva: Erasmo Rafael | Interpretes Criadores: Cas  Silva, Daniel Sld, Eric Breno, Liu Santos, Samuel Y Laurentino e Vagner Gomes | Professor de Ballet Clássico e Contemporâneo: Romero Mota  | Professora de Teatro: Regina Albuquerque | Sonoplastia: Romero Mota | Iluminação: Napoleão Gutemberg | Figurino: Clécius Rocha | Assistente de Produção: Allef Connery, Beatriz Costa E Fanny Rodrigues.

As Engraxadinhas – É um espetáculo que homenageia as mulheres palhaças, no qual se faz uma releitura de grandes esquetes tradicionais, que tanto brilharam nas mãos dos mestres palhaços. Elas que, quase nunca aparecem no picadeiro com a responsabilidade do ser palhaças, vem agora aos poucos conquistando um espaço que até então era exclusivo dos homens.

Apresentando com maestria e respeito a mais bela das heranças deixadas no circo, as esquetes e gags, que por muitos anos arrancaram gargalhadas e aplausos de todos os espectadores pelo mundo.

Ficha técnica – Grupo: Cia. Lua Crescente | Direção: Kleber Marone | Elenco: Marinalva Rodrigues, Naylane Cavalcanti, Ritha Trajano, Kleber Marone | Sonoplastia: Adriana Ramalho | Figurino: Adriano Bezerra | Iluminação: João Amaro.

 

Serviço

Projeto Interatos – Teatro, dança e circo – 1º a 3 de abril

 

Sexta-feira (1º/4)

20h – Espetáculo: Razão Para Ficar (teatro)

Sábado (2/4) 

20h – Espetáculo: Frestas, Fôlego e Pele (dança)

Domingo (3/4)

17h – Espetáculo: As Engraxadinhas (circo) – ingressos limitados

Local: Teatro Paulo Pontes (Espaço Cultural)

Ingressos: R$ 10 (inteiro) e R$ 5 (meia-entrada)

A venda de ingressos é feita na bilheteria do local das apresentações, com uma hora de antecedência.

Informações: 3211-6225 / 3211-6214