Fale Conosco

8 de agosto de 2013

Projeto financiado pelo FIC quer revelar talentos da fotografia na Paraíba



Terminam nesta sexta-feira (9) as inscrições para o projeto ‘Novíssimos’,que pretende revelar talentos da fotografia paraibana. O projeto, financiado pelo Fundo de Incentivo à Cultura (FIC) Augusto dos Anjos, através da Secretaria de Estado da Cultura, vai selecionar seis fotógrafos, amadores ou profissionais.

Os vencedores participarão de exposição em uma galeria de arte em João Pessoa, terão as fotos publicadas em um catálogo e ainda receberão cachê de R$ 1.500 e mais R$ 500 para ajuda de custo com a exposição.

‘Novíssimos’ foi idealizado por Paulo Rossi, fotógrafo paulistano que há cinco anos mora em João Pessoa e, entre alunos e colegas, percebeu que existem grandes talentos na fotografia paraibana que ainda não foram revelados. Para ele, o projeto é uma janela para levar esses artistas locais ao cenário nacional.

Projetos como o Novíssimos são oportunidades para esses novos artistas. Os fotógrafos paraibanos precisam se mostrar mais. Para isso é fundamental concorrer aos editais públicos e privados e participar das convocatórias de seleção de trabalhos tanto daqui da Paraíba quanto de outras regiões do país e de fora do país”, afirma Paulo Rossi.

Os trabalhos inscritos no projeto são de tema livre, sem qualquer restrição de ano de produção, técnica ou equipamento utilizado. Pode se inscrever qualquer fotógrafo, desde que não tenha nenhuma projeção no cenário fotográfico e artístico nacional, ou seja, aqueles que não realizaram nenhuma exposição individual fora do Estado, que não tenham nenhum livro de fotografia de sua autoria publicado e que não tenham recebido premiação individual de reconhecimento nacional por sua obra autoral.

Informações sobre inscrições e regulamento podem ser encontradas no site do projeto (http://projetonovissimos.wordpress.com). Até a manhã dessa quinta-feira (8), 41 projetos de todas as regiões do Estado já haviam sido inscritos. A expectativa do idealizador do ‘Novíssimos’ é que até o final do prazo limite esse número ultrapasse as 100 inscrições. Para Paulo Rossi, o projeto também contribui para a difundir a arte na Paraíba.

“Na medida em que o projeto incentiva a participação e a produção da fotografia como forma de expressão, de certa forma também amplia as possibilidades para que as pessoas apresentem suas obras para concorrer a um evento de nível estadual. O fato de se pagar cachê para o selecionado, mais uma ajuda de custo para bancar sua parte na exposição, também contribui para a democratização da prática artística no Estado”, destaca o fotógrafo.