Fale Conosco

17 de novembro de 2010

Projeto de Paisagismo contempla campus I da UEPB com cercas vivas



Há aproximadamente um mês, a Universidade Estadual da Paraíba, através da Prefeitura Universitária, deu início a um projeto de paisagismo nas instalações do Campus I, em Campina Grande. Com o uso de duas espécies vegetais nativas, o “bougainville” e o “sabiá”, a proposta é que todo o entorno da Universidade seja rodeado por cercas vivas, o que contribuirá para o embelezamento da Instituição, além de conferir proteção extra contra a entrada de animais ruminantes e proporcionar mais segurança.

O plantio das cercas vivas foi iniciado na entrada principal da UEPB, próximo à guarita. Nos próximos meses, seguirá pelo contorno do Centro de Ciências Biológicas e Sociais (CCBS), Centro de Ciência e Tecnologia (CCT) e Departamento de Educação Física (DEF).

De acordo com a prefeita universitária, professora Lúcia Couto, daqui por diante o trabalho será contínuo. “As plantas necessitam de manutenção constante. Utilizamos o espaçamento de cinco centímetros entre uma muda e outra e temos mais de três mil metros a serem cobertos na circunvizinhança da Universidade, mas nos próximos meses boa parte da atividade já será concluída”, disse.

As cercas vivas são uma opção viável para isolamento e proteção de espaços sem a necessidade de construção de muros. Assim, as cercas feitas com plantas se tornam uma alternativa para quem deseja delimitar uma área ao ar livre, preservando-a.

Ascom/UEPB