João Pessoa
Feed de Notícias

Projeto de gestão vai tornar o porto de Cabedelo mais limpo

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 - 15:57 - Fotos:  Claudio Cesar/Secom-PB

Foto: Claudio Cesar/Secom-PB

Nesta sexta-feira (10), a Companhia Docas da Paraíba lançou, em parceria com a Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP), um programa para solucionar a gestão dos resíduos deixados pela operação do Porto de Cabedelo. O programa vai quantificar e caracterizar os resíduos sólidos, os efluentes líquidos e a fauna sinantrópica e propor soluções técnicas para reduzir e controlar os problemas que envolvem os resíduos nesses locais. Será implantado nos 22 principais portos marítimos do Brasil,

No projeto, estão envolvidas 16 universidades públicas brasileiras. “A meta é tornar os portos ambientes limpos, fazer com que eles voltem a ser motivo de orgulho da cidade”, revelou Aurélio Murta, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que veio a Cabedelo apresentar o projeto.

O vice-presidente da Companhia Docas, Antonio Ricardo de Andrade, destacou que o porto é o primeiro do país a implantar um projeto ambiental, o Porto Verde. “A Paraíba está preocupada com o meio ambiente, e o porto de Cabedelo não quer somente produzir. Também nos preocupamos com o meio ambiente e com o social”, destacou.

Equipes de profissionais do porto de Cabedelo estão sendo capacitadas para, no prazo de um ano, concluir os trabalhos e o programa entrar em operação. Na Paraíba, as universidades Federal e Estadual da Paraíba (UFPB e UEPB, respectivamente) participarão das pesquisas.

Equipes estão sendo capacitadas. Foto: Claudio Cesar/Secom-PB

Mapeamento – Murta está visitando os portos acompanhado de uma equipe que utiliza GPS, para marcar os pontos de geração de resíduos, de efluentes e de fauna sinantrópica nociva – que são ratos, baratas, escorpiões, pombos.

“Os resíduos nos portos são problemáticos, pois muitos vêm de outros países e necessitam ser levados para locais adequados”, disse o professor. Segundo ele, equipes da UFRJ vão capacitar professores das universidades nos 14 estados onde estão localizados os 22 portos.

Ele elogiou a iniciativa do porto de Cabelo pela iniciativa do projeto Porto Verde, que foi lançado recentemente, com o objetivo de tornar o ambiente mais verde por meio do plantio de árvores em seu redor, além de uma série de medidas na área ambiental.