João Pessoa
Feed de Notícias

Projeto de compostagem da Empasa beneficia agricultores do Litoral Sul

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 - 11:24 - Fotos: 

O projeto de compostagem da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa) vendeu, nesta segunda-feira (26), quatro toneladas do composto orgânico para o assentamento agroecológico Taquara, do município de Pitimbú, no Litoral Sul do Estado. Por ser em grande quantidade, o quilo da compostagem saiu por R$ 0,20. Já os sacos de um quilo saem por um real.

Esse foi o primeiro passo de outros que virão e serve de ponto de partida para que os demais assentamentos e/ou produtores rurais invistam nesse composto orgânico de riquíssimo valor energético para o solo”, disse o presidente da Empasa, José Tavares Sobrinho.

A representante do assentamento, Albanice dos Santos, informou que a compostagem servirá para a produção de hortaliças que é desenvolvida na comunidade. “A prefeitura de Pitimbú nos ajudou emprestando o caminhão e a Empasa fez um valor menor do que é praticado pela empresa, e isso tudo nos incentiva a trabalhar ainda mais”, comemorou Albanice.

Técnica – A técnica da compostagem utiliza matéria orgânica, tudo em condições ideais de temperatura, aeração e umidade. As frutas, verduras, legumes e folhagens que antes iam para o aterro sanitário da Capital, agora são coletados no mercado e levados até a plataforma, na própria Empasa, onde ficam as caixas estacionárias para ser feita a separação dos sólidos e orgânicos. Então é feita a relação de carbono (difícil decomposição) e nitrogênio (fácil decomposição), durante 60 dias até ficar pronta para uso.