João Pessoa
Feed de Notícias

Projeto da Cagepa garante água para Tibiri II por mais 20 anos

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009 - 19:08 - Fotos: 

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) inicia, a partir de janeiro de 2010, a segunda etapa da ampliação do Sistema de Abastecimento de Água dos bairros Tibiri, Marcos Moura e Eitel Santiago, em Santa Rita. A primeira fase, que ampliou a rede de distribuição, será complementada com a troca e aumento dos conjuntos motor-bomba, construção de uma nova linha adutora, dentre outros serviços. Segundo a Gerência Executiva de Planejamento e Projetos da Cagepa, o objetivo é dobrar a capacidade de adução dos recursos hídricos.

A obra compreende a implantação de seis novos conjuntos motor-bomba, sendo um na captação de água bruta e cinco na Estação Elevatória a ser construída na área do reservatório elevado já existente. Um reservatório apoiado também será erguido durante a execução dos trabalhos, e terá capacidade de 3.000 metros cúbicos.

Funcionamento – O gerente de Planejamento, João Paulo Neto, informou que “a capacidade de oferta de água será obtida através de duas linhas adutoras, das quais uma será construída. A água captada será transportada para o reservatório apoiado e de lá bombeada até o reservatório elevado, seguindo depois para a rede de distribuição. Com esse novo sistema, as faltas d’água por intermitência serão erradicadas e o bairro terá abastecimento garantido por mais 20 anos”, assegurou.

Ele adiantou que o novo sistema aumentará a vazão de água tratada para Tibiri II de 50 para 100 litros por segundo, suprindo todas as necessidades do bairro, já contando com o adensamento populacional que se dará até o ano de 2030. “A água do reservatório apoiado de Tibiri também será bombeada por uma adutora de 150 milímetros de diâmetro e 3,5 quilômetros de extensão até o conjunto Eitel Santiago, para que o local não fique com o abastecimento defasado”. O projeto prevê que a vazão para o bairro aumentará de 10 para 23 litros por segundo.

Os recursos financeiros utilizados, da ordem de R$ 3,5 milhões, são remanescentes de obras de abastecimento nos bairros do Bessa e Valentina Figueiredo, em João Pessoa, e no próprio Tibiri II, quando da execução de sua primeira etapa. “Dessa forma, não será necessária a realização de procedimentos licitatórios, o que agilizará o início das obras previsto para janeiro. Até maio, o novo sistema deverá estar operando”, finalizou o gerente.

 

Da Assessoria de Imprensa da Cagepa