Fale Conosco

5 de maio de 2009

Projeto Bombeiro na Escola ministra mais uma disciplina



‘Acidentes Domésticos’ é mais uma disciplina ministrada pelo Projeto Bombeiros na Escola do 2º Batalhão de Bombeiro Militar de Campina Grande, em escolas estaduais da cidade. As aulas da disciplina foram encerradas nesta terça-feira (5) nas unidades educacionais Solon de Lucena, localizada no Centro campinense, e Vicentina Vital do Rego, essa no bairro do Jeremias.

O capitão Lucas Medeiros, subcomandante da unidade, coordena o Projeto e as aulas foram ministradas pelo sargento Mendes e o cabo Praxedes. O conteúdo da matéria levou em conta as estatísticas em torno do problema acidente doméstico, que é responsável pelo registro de mortes de crianças e ferimentos em adultos. Em muitos casos, esses sinistros podem ser evitados com cuidados simples.

Especialistas em saúde na infância apontam que os acidentes mais comuns envolvendo crianças são provocados por quedas, armas de fogo, afogamentos, engasgos, queimaduras, envenenamentos, sufocação e falta de segurança no transporte. De acordo com a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais, o acidente com transporte é a principal causa de morte infantil. “Está ligado à desatenção dos adultos que insistem em levar as crianças no banco da frente dos carros, no colo das mães e o que é pior, sem o cinto de segurança”, alerta a Fundação.

Durante as aulas, os alunos de escolas estaduais aprenderam o que fazer para evitar acidentes domésticos dentro de casa – na sala, no quarto, no banheiro – e na escola. Os acidentes acontecem quando a prevenção falha. Os instrutores revelaram que em locais como a sala de uma residência, os cuidados devem ser redobrados com os tapetes, estantes, centro de vidro e tomadas. Já no quarto, o bom é ficar de olho em beliche, guarda-roupa e abajur. No banheiro, cuidados com o piso, o vaso sanitário e a farmácia, enquanto que na cozinha os objetos são a panela de pressão e o faqueiro.

A última disciplina do Projeto Bombeiros na Escola é ‘Salvamento’ e vai ser ministrada nas escolas estaduais Poetisa Vicentina, na próxima segunda-feira (11), e na Solon de Lucena, na terça-feira (12). As aulas serão ministradas pelo capitão Lucas e o sargento Wescley.

Moto resgate – O comandante do 2º Batalhão de Bombeiro Militar de Campina Grande, tenente-coronel Jair Carneiro, informou que as AMRs – Auto Moto Resgate (motos socorristas) vão desenvolver um trabalho de atendimento das 7h30 às 18h, em pontos estratégicos da cidade.

Segundo ele, esta será a primeira resposta dada à população pelo Corpo de Bombeiros. “As motos vão ficar em locais de maior fluxo de veículos e concentração de pessoas. O primeiro atendimento será efetuado pelo moto socorrista. Cada veículo estará equipado com um kit de primeiros socorros, extintor de incêndio e um kit para salvamento terrestre, e a comunicação com a central será efetivada através do rádio”, acrescentou.