João Pessoa
Feed de Notícias

Programação especial marca Dia Mundial do Diabetes em João Pessoa

sexta-feira, 14 de novembro de 2014 - 14:29 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Secretaria de Saúde de João Pessoa, Faculdade de Ciências Médicas (FCM) e a Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), promoveu, nesta sexta-feira (14), uma série de atividades para marcar o Dia Mundial do Diabetes, na Capital.

A programação aconteceu no Ponto de Cem Réis. Entre os serviços disponibilizados, a população teve acesso a avaliações médicas, testes de glicemia e distribuição de cartilhas com orientações sobre a doença.

Ainda foi realizada a avaliação ‘Pés do Diabético’ e orientações sobre o cuidado com os pés. Também foram realizados testes de sensibilidade, verificação da pressão arterial e antropométrica, orientação nutricional, de saúde bucal e sobre os males do tabagismo.

A representante da Gerência Operacional de Vigilância Epidemiológica da SES-PB, Bernadete Moreira de Moura, informou que a receptividade da população foi positiva. “Em menos de uma hora, mais de 200 pessoas já tinham sido atendidas. Nossa intenção é sensibilizar a população para que haja a prevenção da doença, mas, em caso do diabetes já diagnosticado, que ocorra um tratamento eficaz para que seja controlado”, enfatizou.

Bernadete disse ainda que é importante ficar atento aos sinais e buscar os serviços de saúde o mais rápido possível. “Muitas pessoas têm o diabetes, mas não sabe. Se perceber alguns sintomas – como sede constante, ansiedade, vontade frequente de urinar, mudanças de humor, fraqueza e visão embaçada, por exemplo – é recomendado consultar um médico para identificar se existe a doença e, consequentemente, começar o tratamento”, alertou.

A coordenadora da Área de Hipertensão e Diabetes, da Secretaria de Saúde da Capital, Clécia Oliveira, reafirmou o propósito do evento. “Nós orientamos quanto a prevenção e o tratamento da doença, salientando os fatores de risco e oferecemos o serviço para que os usuários possam ter maior acesso”, explicou.

A professora do curso de Nutrição na FCM, Luciana Martinez, destacou a importância nos cuidados com a alimentação. “Nós trouxemos estudantes dos cursos de Nutrição e Enfermagem para orientar sobre a importância de uma alimentação equilibrada, tanto para a prevenção, quanto para o controle do diabetes. Reduzir o sal, o açúcar e o consumo de alimentos industrializados é imprescindível. Essas mudanças, associadas à prática de atividades físicas, impedem que doenças crônicas – como o diabetes, a obesidade, hipertensão – se instalem no indivíduo”, afirmou.

A auxiliar de serviços Eliane Alves dos Santos, de 38 anos, foi diagnosticada com diabetes e começou o tratamento. “Aproveitei o evento aqui no Ponto de Cem Réis para repetir o teste e ver se já há alguma alteração positiva com o início do tratamento”, comentou.

Diabetes na Paraíba – O Ministério da Saúde estima que, na Paraíba, 5,3% da população seja diabética. Em João Pessoa, a estimativa é de 4,7% da população. Este ano, foram registrados 1.204 óbitos, até outubro, em função da doença. Em 2013, foram 1.787 mortes. Já em 2012, 1.735 pessoas morreram em decorrência do diabetes.

De acordo com a chefe do Núcleo de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis da SES, Gerlane Carvalho, os números ainda são altos em virtude da pouca conscientização dos doentes. “Antigamente, a falta de informação era grande. Hoje em dia, o alerta é constante. A maioria sabe as consequências que o diabetes não controlado pode trazer, porém, acha que os agravantes nunca chegarão”, lamentou.

Gerlane ainda afirma que é possível levar uma vida saudável mesmo com diabetes. “A alimentação balanceada e a prática de atividades físicas regulares vão ajudar o paciente a controlar os níveis de glicemia (açúcar no sangue), e terão um papel ativo na gestão do diabetes”, lembrou.