João Pessoa
Feed de Notícias

Programação do Mês da Economia Solidária vai ser encerrada na próxima sexta-feira

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016 - 16:00 - Fotos: 

Feiras territoriais, cursos de formação, oficinas, inauguração do Banco Comunitário, audiência pública, entre outras, fizeram parte da programação do Mês da Economia Solidária. A programação foi iniciada no dia 3 e finaliza nesta sexta-feira, 23 de dezembro. Ações foram realizadas pelas secretarias de Estado do Desenvolvimento Humano e Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária, com o intuito de dar mais visibilidade e fortalecer o comércio justo e solidário na Paraíba, o calendário de atividades celebra as novas relações de trabalho e organização de cooperativas e associações. Atualmente, são mais de 500 grupos organizados na Paraíba, segundo o Cadastro Nacional de Empreendimentos Solidários do Ministério de Trabalho e Previdência Social – MTPS, que vivenciam o modelo de produção e comercialização mais justo socialmente.

Campina Grande – O Governo do Estado, através da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária (SESAES) participou, na última quinta-feira, de uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Vereadores de Campina Grande, evento promovido pelo Fórum de Economia Solidária do Agreste Paraibano.

A secretária executiva Ana Paula Almeida lamentou o fato da Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes), principal órgão de interlocução com a sociedade e os governos estaduais, ter sido reduzida a uma sub-secretaria. “É em períodos de crise, que a economia solidária se revela como uma estratégia de desenvolvimento local que consegue reinserir pessoas que não tiveram seus direitos trabalhistas respeitados”, observou.

Lagoa de Dentro – Durante a última sexta-feira (16) e Sábado (17), aconteceu na Escola Estadual Getúlio Vargas em Lagoa de Dentro, o Curso Estadual de Finanças Solidárias. Atividade realizada pela Incubes – UFPB e SESAES. Participaram os Bancos Comunitários de Pombal (Maringá), Jardim Botânico (João Pessoa) e o Banco Lagoa (Lagoa de Dentro).

Análise de Conjuntura da Economia Solidária no Brasil, esse foi o tema escolhido. Participaram da mesa Stella Pereira Leite Gerente Executiva de Economia Solidária, professor Cícero, coordenador da Incubes – UFPB Daniel Pereira e a professora e coordenadora da incubadora de iniciativas em empreendimentos solidários – UFRN Rosangela Oliveira. No salão, estavam 30 participantes representando os Bancos Comunitários, IFPB e demais segmentos.

De acordo com a professora Rosangela, que trabalha com políticas sociais, a Economia Solidária é um espaço de aprendizado, onde se pode praticar o discurso de uma sociedade diferente. “É pelo trabalho associado, pela cooperação, pela solidariedade que eu percebo este exercício mais contundente, ele vai para além do discurso político, ele traz para ação da produção, da comercialização do consumo justo e solidário, da produção associada, da socialização do conhecimento, no meu entendimento germe de uma outra sociedade. ”

Foi realizada também durante o sábado (17) a Feira Territorial de Economia Solidária. Um momento que diversos empreendimentos fizeram exposições dos seus produtos de diferentes segmentos produzidos na região.

Programação - O calendário do mês finaliza com as últimas Feiras Territoriais de Economia Solidária de Cajazeiras (18 a 23) e Patos 22 e 23 de dezembro.