João Pessoa
Feed de Notícias

Programação do Dia das Crianças da Funesc sugere um passeio no mundo do circo

segunda-feira, 10 de outubro de 2016 - 16:34 - Fotos: 

O Governo do Estado, por meio da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), realiza, nesta quarta-feira (12), a quinta edição do “Espaço da Criança”. A programação, que tem início às 13h, se estende até as 18h, oferecendo uma tarde inteira de atividades lúdicas e educativas ao público infantil. O tema deste ano é ‘No Mundo do Circo’ e cada local corresponde a um picadeiro com diferentes apresentações. Ao todo são oito picadeiros com as atividades acontecendo simultaneamente em diversos pontos dentro do Espaço Cultural José Lins do Rego, em Tambauzinho.

O picadeiro vermelho corresponde à Sala de Concertos Maestro José Siqueira, onde às 14h acontece apresentação de alunos da Escola de Música Antenor Navarro. Em seguida, às 15h, o Coro Infantil ocupa o palco sob regência do Maestro João Alberto Gurgel. Mais tarde, às 16h, a Orquestra Infantil do Estado da Paraíba se apresenta sob a batuta do maestro Marcelo Vasconcelos.

O Teatro de Arena é o picadeiro laranja, com sessões de contação de histórias às 14h e 15h. No Cine Banguê se instala o picadeiro amarelo com exibições de curtas metragens infantis às 14h e 15h. A distribuição de senhas será feita às 13h para a primeira sessão e às 14h para a segunda sessão.

Já o picadeiro verde, instalado no Mezanino 2, concentrará duas atividades para adultos e bebês com idade de 0 a 3 anos, começando com a oficina de dança “Canguru: movimentando pais e filhos”, a partir das 14h. Em seguida, às 15h, o público poderá curtir o espetáculo “Terra do Antes”, com a Cia de Teatro Nós 2.

No Sub-mezanino, a Gibiteca Henfil fica aberta das 13h às 17h para visitação como parte das atrações do picadeiro violeta, onde acontecem as oficinas de desenho e de pintura com a equipe do Estúdio Made In PB, além de uma tarde de games e jogos de tabuleiro com a equipe Mago Cinzento.

Para quem gosta de aventura intergaláctica, o lugar certo é o picadeiro azul, no Planetário. As sessões acontecem às 14h, 15h e 16h, com entrada gratuita. A distribuição de senhas é feita com uma hora de antecedência.

A Estação Ciência se transforma no picadeiro de cor anil, com turmas de visitação às 14h, 15h e 16h. Para organizar melhor os grupos, as senhas são distribuídas com uma hora de antecedência para cada sessão.

Durante o evento, a Praça do Povo abriga o picadeiro colorido. Das 13h às 18h, o público pode curtir atrações variadas, começando pela palhaçaria, brincadeiras circenses e feirinha de brinquedos populares. Às 16h, está prevista vivência e apresentação com Street Clowns Crew pelo coletivo Tribo Éthnos. Fechando a tarde em alto estilo, a banda de palhaças As Levianas (PE) entra em cena com repertório de músicas para crianças.

Dança canguru – Movimentando Pais e Filhos – Projeto de extensão da UFPB que tem como objetivo principal estimular o desenvolvimento infantil a partir das relações afetivas entre a criança de 2 a 24 meses e os pais, por meio do movimento e da dança. Orientado por Juliana Costa Ribeiro, professora do Curso de Licenciatura em Dança da UFPB.

Terra do Antes – Teatro para Bebês – Com um enredo que retrata de forma poética e sensível os momentos iniciais do nascimento, a peça tem no elenco Flávio Lira e Nyka Barros, da Cia de Teatro Nós 2. O roteiro do espetáculo (que tem 30 minutos de duração) foca a gestação, expectativas quanto ao nascimento, o contato da mãe no primeiro banho, a primeira amamentação, os primeiros passos até chegar no contato com o outro (animais, floresta, amigos). Trata-se de um espetáculo envolvente e divertido que tem apresentado uma identificação imediata tanto dos bebês quanto da família. A poética da cena se dá no jogo, na dança, artes visuais, na musicalidade e na teatralização do texto “Sandra, na terra do antes” de Fausto Wolf, que discute maneiras sublimes da construção imagética de uma menina que depois do nascimento se vê imersa num jardim mágico, onde animais e plantas discutem a existência humana.

Oficinas – A garotada terá a oportunidade de adquirir conhecimento de maneira lúdica e prazerosa, por meio das oficinas de artes visuais. A capacidade média é de 10 crianças.

Palhaçaria – Se a alma do circo é o palhaço, ele não poderia ficar fora da festa dedicada à criançada. Artistas do fórum de circo se unem para divertir a criançada na Palhaçaria.

Street Clowns Crew – O grupo surgiu como resultado da Oficina de Dança de Rua ministrada por Vant Vaz com duração de cinco mesese meio (julho a dezembro de 2009) no Centro Cultural Piollin e como resultado aproximou as ações nascidas pelo Projeto Jovem Tribo (Projeto do Coletivo TriboÉthnos destinado a crianças e adolescentes e jovens até 25 anos, principalmente em situação de risco social) com jovens do Bairrodo Roger e outras localidades e onde nasceu o grupo Piollin Street Clowns.A direção geral, preparação corporal e concepção são de Vant Vaz (Palhaço Firulipo – Coletivo Tribo Éthnos); assistente de Direção, direção cênica e preparação da técnica Clown: Odécio Antônio (Palhaço Cabeça de Espantalho).

Cineminha – A partir das 14h, o Espaço da Criança terá sessões de cinema para as crianças com exibição de curtas metragens com temática infantil.

Contação de histórias – Quem comanda a atividade é o grupo Contação da Rua – vivência artística organizada para levar até as crianças todo o encantamento do mundo literário. Organizado por Danielle Gomes e Valeria Rodriguez, a Contação da Rua surgiu em 2013, com reuniões semanais na varanda de casa, reunindo as crianças da rua para ouvir histórias. Após algumas contações “de quintal”, surgiu o interesse em levar o grupo para a Praça da Paz, no bairro Bancários, onde foi possível agregar mais pessoas à ação. Fazem parte dessa família: Dany, Danielle, Valéria, Massimo, Júlia, Maria Fernanda, Lis Vieira, Paulo Raphael, Melissa, Kataryna e o pequeno Alberto.

Banda As Levianas (PE) – Criada pela Cia Animée em 2010, é a primeira Banda de palhaças do Brasil. “As Levianas”, que trabalha em seu repertório principalmente a cultura Kistch e o Brega Cult, para a apresentação em João Pessoa trazem o repertório “As Levianinhas em pocket show para crianças”. Desde 2013 o espetáculo ganhou também um novo formato: O show “As Levianinhas”, com convidados (DJ Damata e Jailson Almeida -trompete) e nesse formato já participou do Recbitinho, Guaiamum Trelosinho, Festival de Circo do Brasil e Polos infantis do Carnaval do Recife. “As Levianinhas em sua festa” é o formato de show acústico especialmente para festas infantis.