João Pessoa
Feed de Notícias

Programa do Artesanato da Paraíba estimula talentos e divulga potencial do Estado

sexta-feira, 17 de agosto de 2012 - 11:16 - Fotos:  Walter Rafael/Secom-PB

O Programa do Artesanato da Paraíba tem revelado o talento de centenas de artesãos de todas as regiões do estado com trabalhos em diversas tipologias. Além de divulgar as atividades, o Programa incentiva os negócios de artistas, muitos já consagrados no Brasil e no exterior.  A gestora do Programa de Artesanato Paraibano, Ladjane Barbosa, avalia que o sucesso dos artistas é o reconhecimento dos talentos e do próprio Programa.

Uma amostra desse potencial pode ser conferida na Casa do Artista Popular, em João Pessoa. A Casa fica na Praça da Independência, no Centro. O espaço, criado em 2006, integra o Programa do Artesanato da Paraíba e tem a finalidade de preservar atividades artesanais desde a história, crenças e costumes presentes nestas artes.

Talentos - O artista José Altino, conhecido pelas xilogravuras, tem trabalhos na Casa do Artista Popular. Ele já conquistou vários prêmios. O mais recente ocorreu no último dia 8 de agosto, em São Paulo, na Bienal Naïfs do Brasil 2012, evento promovido pelo Sesc de Piracicaba-SP. O prêmio foi o de Menção Especial do Júri.

José Altino trabalha com xilogravura há 40 anos e é um dos artistas pioneiros do Programa de Artesanato Paraibano, tendo participado de feiras em diversos Estados brasileiros. Em Portugal, na cidade do Porto, o artista participou de exposição e ministrou curso.

Outra artesã de destaque é a bordadeira Ana Glória, de Alagoa Nova. A convite do Ministério da Agricultura, ela está expondo em Los Angeles, Estados Unidos. O artesão Maritônio Portela, da cidade de Livramento, faz trabalhos em madeira. Atualmente produz peças decorativas. Muitos trabalhos de Maritônio podem ser vistos no cenário da novela “Gabriela” e do programa “Na Moral”, da Rede Globo.

A produção artesanal paraibana tem chamado a atenção do público. Por mês, a Casa recebe em média de 800 a 1.200 turistas brasileiros e estrangeiros, revela Malu Barreto, diretora da Casa.  O local é aberto ao público de terça a sexta, das 9h às 17h, e sábado, domingo e feriados, das 10h às 18h.