João Pessoa
Feed de Notícias

Programa de Tutoria segue aberto a portadores de necessidades especiais e interessados

terça-feira, 16 de novembro de 2010 - 15:34 - Fotos: 
A Universidade Estadual da Paraíba, desde 2006, promove o Programa de Tutoria Especial, que tem como principal meta a educação inclusiva. Para alunos da Instituição interessados em participar do programa e cooperar através de assistência pedagógica ao aluno com deficiência, as inscrições seguem abertas durante todo o ano. O setor executor do programa é a Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PROEAC).

Os objetivos do Programa de Tutoria Especial são oferecer assistência pedagógica ao aluno com deficiência nas categorias: física, intelectual, auditiva, visual e múltiplas, regularmente matriculado em cursos de graduação da UEPB; e proporcionar ao tutor (a) experiências que contribuam para seu processo de formação.

A iniciativa surgiu de uma experiência de Monitoria Especial criada no ano de 2001 no curso de Serviço Social da UEPB. Em 2005, diante da existência de um número significativo de alunos com deficiência matriculados na Instituição, a atividade ficou a cargo da PROEAC, passando a ser denominado “A UEPB em busca da educação inclusiva”. No ano seguinte, o projeto foi transformado em Programa, através da Resolução/UEPB/Consepe/013/2006, aprovada em 07 de julho de 2006.

A metodologia utilizada no Programa de Tutoria Especial começa por selecionar os estudantes de graduação interessados na função de tutor especial. Estes, após processo seletivo, passam a cumprir uma carga horária de 12 horas semanais para fornecer auxílio pedagógico aos alunos da UEPB com deficiência.

Os tutores, sob a orientação da coordenadora do programa, a professora do Departamento de Serviço Social da UEPB, Cleonia Maria Mendes de Sousa, desenvolvem as seguintes atribuições: auxiliar o aluno com deficiência nas atividades pedagógicas e científicas e em trabalhos práticos experimentais. A professora alerta que este é um programa de auxilio pedagógico, sendo vedado ao tutor substituir o aluno com deficiência em qualquer tipo de atividade acadêmica e nos processos de avaliação.

A coordenação informou os dados referentes ao Programa 2010: são 11 tutorados atendidos e 12 tutores bolsistas, atendendo nos cursos de Comunicação Social, Filosofia, Física, Geografia, História, Pedagogia e Serviço Social.

A professora Cleonia acrescentou que no Telecentro da Instituição, inaugurado esta semana, objetivando a inclusão digital e o atendimento a comunidade circunvizinha a UEPB, já consta um computador com programa adaptado para deficientes visuais.

Ascom/UEPB