João Pessoa
Feed de Notícias

Programa da Mulher homenageia artesãs do XI Salão de Artesanato Paraibano

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010 - 18:42 - Fotos: 

Como parte da programação de encerramento do XI Salão de Artesanato Paraibano, o Programa Estadual de Políticas para Mulheres (PEPM) realizou no sábado (16), penúltimo dia do evento, uma homenagem às artesãs expositoras no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa.

Após uma apresentação do grupo de xaxado ‘Lírios do Vale’, o momento teve início com as congratulações conferidas pelas gestoras Marielza Targino, coordenadora do Programa do Artesanato Paraibano, e Douraci Vieira, gerente do Programa Estadual de Políticas para as Mulheres (PEPM), parabenizando mestra Zefinha, homenageada da 11ª edição do Salão de Artesanato, representando todas as artesãs e artesãos pela participação na atividade considerada de grande importância para o desenvolvimento da Paraíba.

Exemplo – A mestra Zefinha foi mais uma vez reverenciada, em nome de todas as mulheres produtoras, pela dedicação de sua vida à arte em fibras, produzida por ela e pelo seu grupo no município de Pitimbu. Há 42 anos, a artesã oferece seu exemplo de empreendedorismo e responsabilidade social, repassando seus conhecimentos e sabedoria a várias comunidades em todo o Estado da Paraíba.

Mestra Zefinha recebeu das mãos do Curador do XI Salão de Artesanato, professor José Nilton, em nome da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETDE), um certificado como homenageada do Salão, representando demais expositores e expositoras, que também receberam certificados de participação.

Em seguida, a gerente do PEPM, Douraci Vieira, entregou uma placa com designação honrosa à mestra Zefinha, “pelo talento e empreendedorismo, também presentes em todas as mulheres produtoras que estavam abrilhantando o evento”, explicou Douraci. Todas as participantes receberam kits contendo camiseta e material informativo sobre o PEPM, simbolizando a total disponibilidade do Programa para apoio às artesãs.

Shows – Após as homenagens, a cultura popular ganhou o ritmo do grupo de dança ‘Aruenda da Saudade’, do município de Pitimbu, cidade natal de mestra Zefinha. Logo em seguida, subiu ao palco o grupo de chorinho ‘Luar do Sertão’, de João Pessoa.

Também estiveram presentes ao evento a arquiteta Sandra Moura, presidente de honra do Programa de Artesanato, e o senador Roberto Cavalcanti, além de representantes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, e da Prefeitura de Pitimbu, entre outras autoridades.

Apoio às artesãs – Desde a abertura do XI Salão de Artesanato, em 17 de dezembro do ano passado, o Programa Estadual de Políticas para Mulheres manteve um estande de apoio às visitantes e, principalmente, para as expositoras, já que mais de 90% dos grupos participantes do Salão de Artesanato são constituídos por mulheres. O PEPM realizou reuniões com as artesãs, explicando as funções e atividades do organismo, colocando os serviços à disposição de todas elas e incentivando as mesmas a discutirem sobre as políticas para as mulheres nos seus municípios.

“O Salão foi um espaço importantíssimo para fortalecermos as relações com os grupos produtivos e, a partir daí, daremos continuidade ao trabalho de apoio às artesãs e ao fortalecimento à economia solidária, gerando renda e produzindo desenvolvimento”, anuncia Douraci Vieira. As participantes do evento já confirmaram sua presença na Feira das Mulheres Produtoras, dentro da programação de março, mês em que se comemora o ‘Dia Internacional da Mulher’.

Lazer – Por meio da intersetorialidade com a Secretaria do Turismo e Desenvolvimento Econômico, contando com o apoio da Fundação do Trabalho e Ação Comunitária (FAC) e da Secretaria da Segurança e da Defesa Social, o PEPM também promoveu atividades de lazer e cuidados corporais, a exemplos city tours pela cidade, já que muitas das profissionais que vieram de outros municípios ainda não tinham tido a oportunidade de conhecer os pontos turísticos e históricos da capital paraibana. Também foram oferecidas sessões de massagens, para aliviar as tensões e o cansaço provocados pelo trabalho que elas desempenham e por ficarem 30 dias distante de seus familiares.

O XI Salão de Artesanato aconteceu de 17 de dezembro a 17 de janeiro, contando com cerca de 500 expositores e expositoras, representando quase cinco mil artesãos e artesãs de todo o Estado.

Da Assessoria de Imprensa da Casa Civil, com fotos de Arnóbio Costa