Fale Conosco

4 de julho de 2018

Profissionais do Sisan participam da Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Cabedelo



Sisan na Conferencia de Seguranca Alimentar de Cabedelo (5Técnicos ligados ao Projeto de Consolidação e Gestão do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – Sisan, executado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), participaram nesta quarta-feira (4) da I Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Cabedelo. O evento é resultado do esforço conjunto entre a gestão municipal, sociedade civil e Governo da Paraíba para viabilização do Direito Humano à Alimentação Adequada na cidade.

Na condição de palestrantes, Angela Carolina de Medeiros, coordenadora do Projeto, e João Bezerra de Morais Segundo, educador popular, discorreram sobre o Sistema de Segurança Alimentar no estado e sobre a importância da elaboração do Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional – SAN.

A prefeitura de Cabedelo se integrou ao Sisan em 2015 e o atual prefeito, Victor Hugo, assinou nesta quarta-feira um termo de compromisso para a elaboração do Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional no prazo de um ano. O Plano Municipal é um instrumento que define os objetivos e diretrizes para efetivação da Segurança Alimentar em consonância com as metas estabelecidas em nível estadual e federal.

Sisan na Conferencia de Seguranca Alimentar de Cabedelo (3O evento ficou acordado na agenda do futuro, durante o FomentaSan, ação de mobilização do projeto, realizado em 19 de Maio na Sedh, e serviu para formalizar o Conselho de Segurança Alimentar de Cabedelo, importante instância de controle social da Política de SAN.

No último dia 27 de junho, a cidade de Mari também realizou um evento em prol da Segurança Alimentar, uma Audiência Pública para sensibilização da câmara de vereadores e da sociedade civil para a adesão ao Sisan e pode contar com o assessoramento de técnicos do projeto. As ações do projeto de Consolidação do Sisan vêm impulsionando a capilaridade e fortalecimento da Segurança Alimentar no Estado.