João Pessoa
Feed de Notícias

Professores e gestores da Rede Estadual recebem formação do “Se Sabe de Repente” até quinta-feira

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017 - 16:18 - Fotos:  Delmer Rodrigues/Secom PB

Professores e gestores da Rede Estadual de Ensino recebem, até esta quinta-feira (23), orientações e informações sobre as novidades do projeto “Se Sabe de Repente”, aplicado pelo Governo do Estado da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE). Nesta segunda-feira (20), a formação foi realizada na Gerência Regional de Educação (GRE) de Sousa. Na terça-feira (21), o evento acontecerá na GRE de Pombal; na quarta, na GRE de Patos; e na quinta, na GRE de Campina Grande. Na sexta-feira passada, as orientações foram destinadas aos profissionais da 1ª GRE, em João Pessoa.

De acordo com o coordenador do projeto “Se Sabe de Repente”, Saulo Monteval, esta formação tem objetivo de fortalecer o protagonismo juvenil dentro das escolas estaduais. “O articulador fomenta esse protagonismo e, agora, os gestores vão reforçar a ação”, explicou. “Este ano, o tema principal é a sustentabilidade. A gente percebe que, às vezes, as escolas fazem um uso inconsciente da água e da energia. Nós vamos orientar alunos, professores e gestores em torno de um consumo consciente na escola e, até mesmo, nas casas dos estudantes”, complementou.

Tulhio Serrano, diretor-executivo de desenvolvimento estudantil da SEE, ressaltou que o “Se Sabe de Repente” é apenas um dos eixos do Governo Estadual que atuam diretamente na escola, com foco no fortalecimento do protagonismo juvenil. “Neste ano, vamos reforçar a educação emocional e social no Ensino Médio, já que esta orientação estava voltada, até então, ao Ensino Fundamental”, revelou. “Para isso, buscamos parceria com os coordenadores da metodologia ‘Liga pela Paz’, também aplicada pelo Governo da Paraíba, que desenvolve a parte emocional dos alunos de maneira muito satisfatória”.

Andreza Rodrigues, professora de História na Escola Cidadã Integral Dr. Antônio Batista Santiago, em Itabaiana, participou da formação do “Se Sabe de Repente”, em João Pessoa, na semana passada. “Como venho de uma escola onde já se trabalha o protagonismo juvenil, por ser cidadã integral, estou achando o projeto ‘Se Sabe de Repente’ um modelo que casa com a estrutura que desenvolvemos”, disse a professora, que passa a fazer parte do projeto este ano. Segundo ela, esta ação é de extrema importância, principalmente nas questões que envolvem cidadania. “A gente percebeu que há uma preocupação relevante com temas transversais, como: sustentabilidade, diversidade de gênero, pluralidade… E é isso que a gente espera de uma sociedade justa e igualitária”, destacou.

O “Se Sabe de Repente” funciona no Ensino Médio como um projeto de extensão, no contraturno das aulas. Neste ano, o oitavo e nono anos do Ensino Fundamental também recebem o projeto. Atualmente, 181 escolas, nas 14 Gerências Regionais de Educação (GREs), desenvolvem o projeto.