Fale Conosco

29 de junho de 2012

Professores da rede estadual podem se inscrever para mestrado em matemática



Professores de matemática da rede estadual de ensino que estejam em salas de aula e professores de escolas públicas podem se inscrever, até o dia dois de julho, no Programa de Mestrado Profissional em Matemática (Profmat), coordenado pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM). Estão sendo oferecidas 1.570 vagas em 59 instituições de educação superior nas cinco regiões do país, num total de 74 pólos presenciais.

Os candidatos farão prova de seleção, com 35 questões de múltipla escolha e três discursivas, no dia 25 de agosto. Os classificados iniciarão o curso, na modalidade semipresencial, em instituições públicas de ensino superior no primeiro semestre letivo de 2013.

O Profmat é o único programa de pós-graduação stricto sensu semi-presencial em matemática reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação. O objetivo do programa é qualificar professores de matemática em exercício na educação básica. O curso de mestrado tem duração de dois anos.

O Profmat teve início no primeiro semestre de 2011. Atualmente, 2,5 mil professores da rede pública participam do programa. Todos os professores recebem bolsa da Capes de R$ 1.200, valor que será reajustado para R$ 1.350 em julho.

A Capes registra 423 mestrados profissionais no país. Na modalidade semipresencial, o Profmat é o único. Ele é oferecido por instituições que integram o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). O presidente da SBM, Hilário Alencar, explica que o programa reserva 80% das vagas a professores de matemática em exercício nas redes públicas de educação básica.

As inscrições devem ser realizadas na página do Profmat na internet (www.profmat-sbm.org.br/), onde os candidatos também encontrarão o edital do programa. A taxa de inscrição é de R$ 43, a ser paga em agências do Banco do Brasil.