João Pessoa
Feed de Notícias

Professor que teve irmão desaparecido na Ditadura profere palestra para alunos da rede estadual

terça-feira, 30 de abril de 2013 - 16:08 - Fotos: 

O professor da Unicamp, Paulo Ferreira de Araújo falou para mais de cem alunos da Escola de Ensino Médio Inovador Padre Jerônimo Lauwen, na cidade de Santa Luzia, no Sertão paraibano, sobre o desaparecimento do irmão, José Maria, preso e morto no período do Regime Militar. O professor, que é natural de Santa Luzia, já prestou depoimento a Comissão da Verdade, instituída pelo Governo Federal,

“A história precisa ser contada, as gerações futuras precisam saber o que houve no Brasil num passado não muito distante, mas atroz e silencioso, e é minha obrigação contar essa verdade, a vida que vivi, a busca pelo meu irmão, a morte dele, a nossa dor”, disse o professor.

Em 1970, José Maria Ferreira Araújo, natural de Santa Luzia, militante da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), desapareceu em 23/9/1970, quando foi levado ao DOI/Codi.

José Maria foi enterrado sob o nome de Edson Cabral Sardinha, e o corpo nunca foi encontrado. Era casado com Soledad Barret Viedma, morta em janeiro de 1973, também delatada regime militar. De sua união com José Maria, Soledad teve uma filha, Ñasaindi, que também depôs este ano na comissão na Comissão da Verdade.