João Pessoa
Feed de Notícias

Produtos serão apresentados no XII Salão de Artesanato Paraibano, em Campina Grande

terça-feira, 18 de maio de 2010 - 13:46 - Fotos: 
O Programa do Artesanato Paraibano da Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico e o SEBRAE promoveram uma oficina de design com artesãos da cidade de Picuí, no Curimatau paraibano, ministrada pela designer cearense Armênia Rocha, que veio especialmente desenvolver uma coleção de produtos unindo todas as potencialidades locais, que são as pedras, o sisal e a arte do crochê agregados ao tecido da chita, bastante representativo em todo o Nordeste. Os produtos serão apresentados no XII Salao do Artesanato Paraibano, que acontecerá em Campina Grande, de 4 a 27 de junho, que nesta edição terá como tema "Mãos de Chita",  idealizado pela presidente de Honra do Programa, arquiteta Sandra Moura.

A cidade de Picui, conhecida por ser a "capital brasileira da carne de sol", teve nos idos dos anos 70 e 80 seu auge também como pólo produtor de artesanato mineral e crochê. Um de seus ilustres filhos, Felipe Tiago Gomes, naquela época como presidente da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), colocou Picuí no mercado nacional e até internacional, fazendo com que os produtos locais chegassem a países, como Canadá e EUA. Felipe, com os bons contatos que mantinha fazia com que as riquezas de sua terra chegassem a outros "mundos" e, já naquele tempo, combatia o assistencialismo em detrimento do fomento aos pequenos negócios e empreendedorismo de seus conterrâneos.

A oficina de design contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Picuí e teve também como proposta resgatar a tradição local, perpetuando a cultura, além de gerar trabalho e renda.

Coleção - Para a designer Armênia Rocha “o maior desafio foi construir as peças, unindo tantos elementos ainda com o diferencial da chita, mas contamos com a criatividade dos próprios artesãos, que resultou numa coleção bastante competitiva". A artesã, Eva Maria da Silva, também comentou a importância da ação que beneficiará os artesãos de seu município. "Estou muito feliz porque acho que vamos vender muito no Salão. Os clientes querem novidades e isso nós vamos ter de sobra, se Deus quiser!".

Já a gestora do Programa do Artesanato Paraibano, Marielza Araujo, considerou que o importante é reafirmar o compromisso do Governo do Estado com os artesãos. "Temos ordens expressas, tanto do próprio governador, José Targino Maranhão, como do secretário, Diego Tavares, de não medirmos esforços para atingirmos nossas metas de capacitações e, com esta intervenção em Picuí, encerramos as capacitações previstas para o primeiro semestre deste ano".

Goretti Zenaide, da Assessora de Imprensa do Programa de Artesanato Paraibano