João Pessoa
Feed de Notícias

Produtos em madeira lideram vendas no 19º Salão de Artesanato da Paraíba

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014 - 09:59 - Fotos:  Walter Rafael/Secom-PB

Os produtos em madeira são os responsáveis pelo maior volume de vendas no 19º Salão de Artesanato da Paraíba, que acontece até o dia 26 deste mês, no Jangada Clube, na praia de Cabo Branco, em João Pessoa. De acordo com balanço parcial, no período de 19 a 28 de dezembro de 2013 foram vendidas 976 peças em madeira, o que corresponde ao valor de R$ 42.520. As outras tipologias mais vendidas foram habilidades manuais, 2.737, (R$ 40.180); gastronomia, 1.785 (R$ 27.677); couro, 976 (R$ 22.827) e fios, 362 (R$ 21.693).

Os visitantes que percorrem os corredores do 19º Salão de Artesanato da Paraíba têm se encantado com a diversidade cultural da exposição que, além das tipologias homenageadas, como o artesanato indígena e a fibra, traz o couro, a xilogravura, o cordel e o algodão colorido.

A variedade do algodão naturalmente colorido tem colhido mais uma safra de fartura durante a comercialização no Salão. A artesã Ivoneide Mendes, 56 anos, comemora as vendas da tipologia que em apenas oito dias vendeu 770 peças, atingindo um volume de R$ 12.605. “Sou costureira há mais de 30 anos, mas quando resolvi entrar no ramo do algodão colorido consegui até construir minha casa. Durante todo o ano, confecciono sob encomenda roupas de adultos, crianças e até peças de cama para mercados e turistas. Nunca deixo de trabalhar e é no Salão de Artesanato que conseguimos garantir nossa maior renda e até o 13º salário”, comemorou.

Servidor público por profissão e artesão por hobby, Cleanto Nunes Dutra, também traz à exposição suas peças em couro, que aprendeu ainda com seu avô, em Itabaiana. “Comecei fazendo bijuterias, depois parti para os souvenir e hoje faço porta-bebida, baús e minhas criações mais recentes são uma espreguiçadeira e um violão revestido em couro. Procuro sempre inovar e este espaço se torna nossa vitrine para trabalhar o ano inteiro com o couro do bode e do boi”, avaliou o artesão.

Xilogravura e cordéis - A técnica da gravura em que se utiliza a madeira para reprodução de imagens em papel, a xilogravura, se faz presente no Salão por meio dos trabalhos de José Costa Leite (Sapé) e Sales Barros (João Pessoa). A “xilo” foi utilizada por muito tempo para ilustrações de periódicos de jornais, hoje, se destaca em quadros, estampas de camisas e onde mais a criatividade levar.

A rimada dos relatos orais também está presente nos cordéis de José da Costa, Vicente Campos, João Dantas, Mestre Clébio e Francisco de Assis. Alguns poemas são ilustrados com xilogravura e as estrofes mais comuns são as de dez, oito ou seis versos.

O casal de turistas Sara e Henrique Garcia, naturais da Espanha e Goiânia, respectivamente, estão na Paraíba pela primeira vez e se encantaram com o que viram. “Procurávamos um lugar tranquilo e bonito para passar as férias e encontramos João Pessoa. No Salão nos sentimos em casa porque tem tudo a ver com nosso trabalho, pois sou historiadora da arte e meu marido designer e queremos levar um pouquinho de cada coisa para casa. Aqui é possível encontrar coisas diferentes, originais e nada industrializados. Acertamos na escolha do destino”, afirmou Sara.

Já o casal de servidores públicos de Natal (RN), Bernadete e Carlos Alberto, costuma visitar João Pessoa, mas nesta época do ano foi a primeira vez. “Estávamos correndo no calçadão e ao passar aqui na frente nos surpreendemos com a beleza e foi impossível não entrar. Não sabíamos que aqui tinha tanta coisa bonita e, principalmente, muita comida regional como docinhos, biscoitos caseiros, licor, rapadura e uma variedade de encher os olhos. Sugerimos que o Salão seja permanente e não apenas duas vezes por ano”, brincou o turista Carlos.

Considerado um dos maiores eventos de artesanato do país, o 19º Salão de Artesanato da Paraíba apresenta o tema “Nossa Arte tem Fibra” e destaca trabalhos produzidos em 130 municípios. Com habilidade e inovação, os artesãos apresentam, além das peças em fibra, diversos objetos em madeira, algodão colorido, cerâmica, couro, tecelagem, brinquedo, pedra, metal, osso, cordel, xilogravura e habilidades manuais.

O 19º Salão de Artesanato da Paraíba é uma promoção do Governo do Estado, por meio do Programa de Artesanato da Paraíba, que é vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico, sob a coordenação geral da primeira-dama do Estado, Pâmela Bório.

Funcionamento– O Salão funciona diariamente das 15h às 22h, até o dia 26 de janeiro. A visitação é gratuita.