João Pessoa
Feed de Notícias

Produção de ração animal com sistema de irrigação beneficia agricultor familiar

terça-feira, 9 de julho de 2013 - 17:16 - Fotos: 

Na região do Cariri, onde as chuvas ficaram abaixo da média durante o ano, o Governo do Estado, por meio da Emater, está orientando os agricultores familiares a produzir ração e armazenar para o consumo animal durante o período de estiagem prolongada. Com esta finalidade, foi realizado Dia de Campo sobre Cultivo de Palma resistente à cochonilha do carmim, na Fazenda Dinamarca, em Monteiro, organizado pela unidade operativa da Emater de Zabelê, com a participação de criadores de várias comunidades da região.

A proposta é orientar os agricultores para aplicar tecnologias que garantam a manutenção dos rebanhos durante o período de estiagem na região, criando a consciência de que é preciso ter um suporte forrageiro para enfrentar a escassez de alimento para os animais no período mais crítico do ano, quando o pasto desaparece.

Na unidade demonstrativa, que servirá de sementeira, está sendo usada a palma pesquisada pela Emepa, classificada como Palmepa3, que se adapta muito bem ao semiárido, consorciada com milho. O Dia de Campo foi organizado pelos extensionistas Valmir Azevedo e Antônio Tadeu, do escritório da Emater de Zabelê.

Segundo o extensionista Paulo Magalhães Uchoa, a unidade demonstrativa é uma base física metodológica utilizada pela extensão rural, por meio da qual se desenvolve uma ou várias práticas agrícolas ou pecuária de comprovada eficácia e rentabilidade. “Uma das vantagens, é que o grupo de produtores que está acompanhando a unidade demonstrativa, participa da discussão e avaliação dos resultados econômicos, sociais e ambientais das práticas implantadas”, comentou.

Conforme o técnico, o objetivo final é que essas práticas sejam adotadas pelos produtores. A unidade é utilizada para realização de outros métodos como dia de campo, treinamento, demonstração e excursão.

Está sendo usado o sistema de irrigação localizada por gotejamento, com a utilização de água de um poço tubular. Durante o dia, os 116 agricultores familiares conheceram os trabalhos ali executados e saíram satisfeitos, prometendo fazer as mesmas experiências em suas comunidades.

O chefe do escritório regional da Emater em Serra Branca, Antônio Alberto, informou que outros dias de campo estão sendo programados em vários municípios do Cariri, com a finalidade de repassar as tecnologias que permitam a produção de ração animal e armazenamento para uso em período de estiagem. “O agricultor não tem medo da seca, mas deve se preparar para convivência com a estiagem”, comentou Alberto.