João Pessoa
Feed de Notícias

Produção artesanal de licores gera emprego e renda em assentamento

quarta-feira, 18 de novembro de 2009 - 15:16 - Fotos: 

A extensão rural de hoje está consolidada como uma das mais importantes ferramentas de governos para a criação e implementação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento rural sustentável e nesse contexto a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB) está desenvolvendo várias atividades ligadas à geração de emprego e renda para a agricultura familiar.

Dentro dessa realidade se encontra a produção artesanal de licores, que se destaca como uma das principais atividades das famílias que residem no assentamento Santa Cruz, localizado a 3 km de Campina Grande, onde aconteceu recentemente um curso sobre essa atividade.

Ministrado pelos extensionistas Maria Aparecida e Tibúrcio João de Lima com participação de mais de 20 pessoas, entre mulheres agricultoras e jovens rurais, o curso, resultado de convênio da Emater com o Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), aconteceu no mês de outubro em três etapas.

Na primeira, foram fabricados licores cremosos de café, chocolate e maracujá e a colocação de outros em infusão. A segunda etapa foi com o licor processado na hora e a terceira teve como ponto alto o processamento dos licores que se encontravam em processo de infusão, com leite, banana, maracujá e canela. Também foi feita durante as três etapas a higienização dos vasilhames para o engarrafamento.

Segundo os extensionistas, o curso proporcionou uma maior integração das famílias assentadas que passaram a produzir os licores com o excedente da produção agrícola de frutas e leite. “A comercialização dos licores processados é uma excelente fonte de renda para esses agricultores familiares devido a favorável proximidade com Campina Grande. O rendimento financeiro será destinado para aquisição de alimentos que ajudam na segurança alimentar das famílias envolvidas nesse processo”, enfatizaram.

Também foram realizados no assentamento outros treinamentos e cursos sobre artesanato como bordados, material de limpeza e primeiros socorros. A casa sede do Assentamento Santa Cruz, onde os assentados realizam seus trabalhos, foi toda reformada com financiamento do Incra e apoio da equipe da Emater local que ajudou a retocar a pintura das paredes, portas. Toda a decoração e utensílios domésticos do prédio foram feitos com material reciclado.
 

Da Assessoria de Imprensa da Emater-PB