Fale Conosco

8 de agosto de 2016

Procon-PB realiza mais de 8 mil atendimentos aos consumidores paraibanos



A Superintendência de Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PB) divulgou, nesta segunda-feira (8), o balanço semestral de atendimento ao consumidor paraibano que atingiu a marca de 7.749 apenas na sede, localizada no Centro de João Pessoa. Os números integram os dados totais da Paraíba, os quais atingiram a quantia de 8.538 atendimentos nos núcleos de Pombal, Cajazeiras, Cuité, Sumé, Itaporanga, Patos, São Bento, Unesc e Casa da Cidadania, no Manaíra Shopping.

Segundo a diretora do órgão, Késsia Liliana, os dados expõem o compromisso de um trabalho de prestação de serviço de qualidade à população, como também a atuação na aplicação das normas de direito do consumidor. “É muito válido ver o consumidor satisfeito. Nada mais gratificante que levar a população um índice de resolutividade em atendimentos preliminares, cujo propósito é resolver as demandas de forma ágil e célere, sem a necessidade de uma abertura direta de reclamação”, salientou a superintendente.

Neste semestre de 2016, mesmo com alguns impasses no setor do atendimento no que se refere às aberturas de reclamações, Késsia disse ainda que o trabalho do Procon é reconhecido por toda a sociedade com um elevado grau de credibilidade. “O atendimento prioriza a solução prévia de conflitos individuais e coletivos por meio da esfera administrativa, evitando o encaminhamento dos reais conflitos ao Poder Judiciário, através do contato direto com o fornecedor. Além disso,         o Procon exerce o poder de polícia na fiscalização das relações de consumo e promovem atendimento e orientação aos consumidores no âmbito de sua competência territorial”, acrescentou.

Atendimento ao consumidor - Atualmente, o atendimento ao consumidor do Procon é feito por meio de procedimentos adaptados a cada situação apresentada,  que varia desde o contato telefônico com fornecedores até a instauração de um processo administrativo com realização de audiências de conciliação. De modo geral, segundo dados do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), a utilização de procedimentos menos burocráticos e mais céleres para o atendimento ao consumidor tem aumentado ano a ano, bem como os índices de solução dos conflitos nesses casos.

Empresas mais notificadas - Entre os assuntos mais reclamados estão a telefonia fixa, celular e TV por assinatura. Na sequência vêm os bancos e administradoras de cartão de crédito, que continuam ocupando o ranking de clientes insatisfeitos.

Dúvidas e orientações - Caso o consumidor tenha alguma dúvida ou deseje mais informações sobre seus direitos, deverá se dirigir ao Procon mais próximo, ou ligar para o número 151. Além disso, os consumidores podem ir pessoalmente à sede do Procon-PB, localizado no Parque Solon de Lucena, das 8h às 16h30, ou ainda na Casa da Cidadania do Manaíra Shopping, das 10h às 18h.