Fale Conosco

27 de abril de 2012

Procon-PB propõe melhorias na prestação de serviços de empresas que fazem empréstimo consignado



O Procon Estadual da Paraíba, em parceria com o Procon do Rio Grande do Norte, apresentou na manhã desta sexta-feira (27) uma proposta para exigir que as instituições financeiras que oferecem financiamentos por meio de empréstimos consignados melhorem a qualidade da prestação do serviço e atuem com mais zelo à saúde financeira do consumidor.

A proposta, que solicita a suspensão dos serviços prestados por estas instituições financeiras até que se adequem ao que estabelece o Banco Central, foi apresentada durante reunião dos órgãos de defesa do consumidor da região Nordeste com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e representantes de instituições financeiras.

“Não podemos permitir que estes correspondentes bancários continuem prestando um desserviço à população. A forma como estas empresas agem é muito prejudicial ao consumidor, muitas vezes forçando os consumidores a realizarem um novo empréstimo”, comentou a secretária executiva do Procon-PB, Klébia Ludgério.

Segundo Klébia, durante a reunião, houve resistência por parte dos representantes das instituições financeiras em registrar a proposta apresentada. “Nesta reunião, os órgãos de defesa do consumidor eram minoria e por este motivo houve uma grande resistência em registrar nossa proposta, mas conseguimos fazer com que fosse registrada e agora vamos partir para mais debates”, informou.

Com a proposta registrada, novos debates sobre o tema deverão ocorrer e, de acordo com a secretária executiva do Procon-PB,  Klébia Ludgério, o assunto deverá ser levado pela Febraban ao Banco Central.  “Não podemos consentir que estas empresas continuem atuando da forma como estão, desrespeitando os consumidores com abordagens cada vez mais agressivas”, acrescentou.

O encontro dos órgãos de defesa do consumidor com a Febraban e representantes de instituições financeiras aconteceu em Recife (PE). A reunião foi iniciada na quinta-feira e encerrada no início da tarde desta sexta-feira. Durante o evento, também foram debatidos temas relativos ao Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) oferecido pelos bancos e medidas para melhorar a segurança nas agências bancárias. “Também apresentamos propostas com relação a melhorias que devem acontecer no SAC. Infelizmente estas propostas não foram acatadas e registradas pela Febraban, mas não vamos parar de vigiar este aspecto”, informou o coordenador de Atendimento do Procon-PB, Alan Richers, que também participou do encontro.