Fale Conosco

30 de abril de 2013

Procon-PB constata variação de até 37% nos preços de smartphones em estabelecimentos da capital



O consumidor que pretende comprar um smartphone deve ficar atento à variação de preços dos produtos nos diferentes estabelecimentos. Levantamento de preços realizado pelo Procon-PB em lojas do Centro de João Pessoa revelam variação de até 37% no valor dos produtos de um estabelecimento para outro.

A pesquisa, realizada na segunda-feira (29), mostra que o aparelho LG Optimus L3 é o que tem a maior variação percentual (37%) entre os itens pesquisados. Enquanto o menor valor observado foi R$ 364 (na Lojas Americanas), o maior valor verificado foi R$ 499 (no Armazém Paraíba), com uma diferença de R$ 135.

Outro item que tem destaque no que diz respeito à variação de preço é o aparelho Nokia Lumia 710, que custa entre R$ 689 (nas Lojas Maia/Magazine Luiza) e R$ 539 (no Atacadão dos Eletros), o que representa uma variação de 28%, com diferença de R$ 150 entre o maior e o menor preço.

O secretário executivo do Procon-PB, Marcos Santos, ressalta que o consumidor deve ficar atento aos preços, para não acabar pagando mais caro pelos produtos. “No Dia das Mães, muitos filhos escolhem dar um celular de presente e os smartphones são uma das opções mais procuradas do momento. É importante observar a significativa variação de preços e isto deixa evidente a necessidade do consumidor estar atento e sempre pesquisar antes de fechar negócio”, comentou Marcos Santos.

O secretário executivo do Procon-PB destacou ainda que os consumidores que decidirem comprar este tipo de produto devem solicitar que seja realizado um teste na própria loja, para verificar se o aparelho está funcionando perfeitamente.

Ao todo, foram pesquisados 14 itens em oito estabelecimentos localizados no Centro da capital. O levantamento de preços de smartphones marca a reativação do setor de Pesquisa e Estatísticas do Procon-PB. “Para a reativação do setor, firmamos um convênio com a Universidade Federal da Paraíba e contratamos estagiários do curso de Estatística. Esta é mais uma ferramenta que utilizaremos para defender o consumidor paraibano”, comentou o secretário executivo do Procon-PB.

A pesquisa completa pode ser conferida na página do Procon-PB na internet (www.procon.pb.gov.br) ou na sede do Procon-PB, localizada no Anel Externo da Lagoa do Parque Solon de Lucena, no Centro de João Pessoa.